PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Arujá recebe Circuito Sesc de Artes em 28 de outubro

DJ-Tati-Laser
Foto: Divulgação

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Atividades culturais serão realizadas na Praça do Coreto

O Circuito Sesc de Artes vai retornar para Arujá em 28 de outubro, das 15h às 19h, na Praça do Coreto. O público poderá participar de várias atividades gratuitamente. No ano passado, o circuito foi para a Praça da Juventude.

Confira as atividades programadas:

Autorretrato e antirracismo - Coletivo Malungo (SP) 

Junto de sua equipe, o fotógrafo Avelino Regicida propõe uma atividade que busca incentivar a reflexão e o diálogo sobre identidades raciais, combatendo o racismo desde cedo. O meio de expressão escolhido é o autorretrato, que motiva as crianças a se reconhecerem e valorizarem suas características únicas. Utilizando exercícios práticos que exploram técnicas variadas, Regicida transforma a fotografia em uma ferramenta pedagógica para desenvolver o olhar. 

Cordel de geladeira - Sobrado Amarelo (BA/SP) 

A oficina mostra como produzir ímãs de geladeira personalizados por meio da impressão de xilogravuras, estampas entalhadas em relevo sobre madeira. Primeiro, os participantes escolhem os temas e montam pequenas composições com imagens que remetem às capas de livros de cordel. Em seguida, os carimbos escolhidos recebem a tinta e são aplicados no papel. A aplicação de uma manta magnética e de papel adesivo transparente, por fim, completa o acabamento das peças. 

DJ Tati Laser (SP)

Nascida em uma família com vocação musical – os pais disputavam campeonatos de samba-rock quando ela era criança –, a paulistana Tatiane da Silva Oliveira decidiu ser DJ ainda na adolescência. Conhecida como Tati Laser, é uma das poucas mulheres que fazem discotecagem na cena hip hop, com seleções de soul, r&b e rap underground. Em 2020, foi uma das criadoras do coletivo As Mina Risca, que reúne apenas DJs mulheres. Já promoveu oficinas sobre técnicas de mixagem em diversas cidades do interior de São Paulo. 

Mundo jardim: conto de todos os cantos - Movimento Vem Brincar (SP) 

Educadores com experiência em diversas linguagens artísticas e apaixonados por histórias comandam a mediação de leitura, que trata a literatura como um jardim: os livros são as sementes que germinam saberes e ideias. Em uma atividade que inclui também temas da tradição popular, música de percussão e brincadeiras, os participantes embarcam em uma jornada de descobertas com narrativas que desvendam mundos desconhecidos e culturas inexploradas. 

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.