PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Aulas presenciais na rede pública e privada serão obrigatórias a partir de segunda-feira

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Share on whatsapp
Share on telegram

Medida vale nas redes de ensino municipal, estadual e particular

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), informou que a partir da próxima segunda-feira (18) a presença em sala de aula será obrigatória para os estudantes das redes municipal, estadual e particular de ensino. Ele participou de coletiva de imprensa, na tarde desta quarta-feira (13), no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.

De acordo com Doria, a medida se tornou viável por conta da queda dos indicadores da covid-19 no Estado de São Paulo, além do avanço da vacinação, que é acessível a pessoas a partir de 12 anos.

A gestão estadual informa que 97% dos profissionais de Educação estão com o esquema vacinal completo. Entre os estudantes de 12 a 17 anos, 90% já receberam, ao menos, a primeira dose da vacina.

Até o final de outubro, segue obrigatório o distanciamento de um metro entre os estudantes, uso de máscara por todos e disponibilização de álcool em gel.

Além do retorno presencial, a partir de 3 de novembro o distanciamento entre os estudantes deixa de ser obrigatório. 

As prefeituras com Conselho Municipal de Educação poderão definir regras diferentes para as redes particular e municipal.

Exceções

A presença em sala de aula não será obrigatória para gestantes e puérperas, estudantes com doenças crônicas que não tenham completado o esquema vacinal, menores de 12 anos pertencentes a grupos de risco e pessoas com condição de risco e fragilidade maior, comprovado por prescrição médica.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE