PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Câmara de Arujá cria Procuradoria Especial da Mulher

Foto: Imprensa/CMA
Share on whatsapp
Share on telegram

Iniciativa é da vereadora Cris do Brarreto, única parlamentar no Legislativo arujaense

A Câmara de Arujá criou a Procuradoria Especial da Mulher. A Resolução 380/2021, que oficializa a atuação do órgão no âmbito do Legislativo, foi publicada no Diário Oficial.

Idealizadora da proposta, a vereadora Cris do Barreto (PSD) assumirá a função de Procuradora. “Tenho um compromisso com a causa das mulheres, que envolve o combate a qualquer tipo de violência, seja física, sexual, psicológica ou política, que poucos conhecem, mas existe e da qual inclusive já fui vítima, e quero fazer do meu mandato um espaço de diálogo e de desenvolvimento de ações efetivas de emancipação feminina. Somente assim conseguiremos superar essa situação de insistente violência contra as mulheres”, afirmou a vereadora.

A Procuradoria é um órgão da Câmara, mas que agirá de forma independente. Tem como principais objetivos zelar pela defesa dos direitos da Mulher; acompanhar a execução de programas governamentais voltados à promoção da igualdade de gênero, além de promover debates, audiências públicas, seminários e auxiliar as Comissões Permanentes e Temporários na discussão de proposituras relacionadas a esse tema.

Além da Procuradoria, a Câmara de Arujá também possui uma Comissão Permanente de Defesa dos Direitos da Mulher criada em 2020, cuja iniciativa contou com a participação de Cris.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE