PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Em Arujá, Estado garante repasse para manutenção das unidades de Assistência Social no Alto Tietê

Reunião do Condemat em Arujá
Foto: PMA

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Condemat recebeu a visita do secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Gilberto Nascimento

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Gilberto Nascimento, garantiu o repasse para a manutenção dos equipamentos de Assistência Social do Condemat+ (Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê). O anúncio foi feito nesta quarta-feira (7) durante reunião com os prefeitos da região e inauguração da República Jovem, em Arujá.

Durante o encontro, o secretário apresentou projetos para ampliar os serviços do Bom Prato e do programa Vivaleite, assim como estudos para a criação de unidades voltadas para dependentes químicos.

O compromisso firmado pelo governo estadual de enviar recursos para a manutenção das três unidades de Assistência Social do Condemat: Casa Abrigo, República Jovem e Residência Inclusiva, é um importante aporte para a continuidade dos atendimentos ofertados de maneira consorciada. Juntos, os três equipamentos têm um custo aproximado de R$ 2,8 milhões entre implantação e custeio anual.

O presidente do Condemat, Vanderlon Gomes, exaltou o convênio firmado com o Governo do Estado.

“Buscamos avançar na área da Assistência Social com um atendimento consorciado para que todos os municípios possam ser atendidos de maneira igualitária em suas necessidades. A conquista dos repasses é fruto de uma articulação feita junto ao governo estadual com foco na oferta de serviços de qualidade para nossa população”, destacou.

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social reforçou a importância de visitar a região para conhecer de perto os pedidos das cidades.

“A gente ouve os municípios, as demandas no local e sente na pele a necessidade da região para investir mais onde precisa. A inauguração da República Jovem é fundamental, é mais uma lacuna que a gente fecha em cuidado com as pessoas”, analisou.

A República Jovem recebe os adolescentes do sexo masculino que completaram 18 anos nos serviços de acolhimento institucional. O espaço atende aos municípios de Arujá, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Poá, Santa Isabel e Suzano. O serviço conta com um investimento de R$ 52,1 mil de implantação e R$ 624,4 mil para custeio anual, totalizando R$ 678,5 mil.

O consórcio está em tratativas para ampliar os atendimentos, criando uma unidade feminina do serviço, que além de moradia oferece capacitação, apoio para garantir o primeiro emprego e ferramentas que promovem o desenvolvimento de autogestão, autossustentação e independência dos atendidos até os 21 anos.

“É fundamental ter esse olhar humano do Governo do Estado e do secretário Gilberto, de estarem alinhados com a ideia de realmente “cuidar das pessoas”, esse é o fator mais importante”, reforçou o prefeito de Arujá, Luis Camargo.

Com unidades em Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes e Suzano, o secretário de Estado de Desenvolvimento, anunciou estudos para ampliar os atendimentos do Bom Prato na região. A ideia é instalar cozinhas centrais, onde os alimentos são preparados e distribuídos por meio do Bom Prato Móvel. A iniciativa poderá atender cidades com menos de 200 mil habitantes ou regiões que contem com esse contingente populacional.

Outro projeto apresentado pela Secretaria de Desenvolvimento Social trata das políticas de atendimento dos dependentes químicos. No momento, o Governo do Estado atua em duas frentes: o Espaço Prevenir e as Casas Terapêuticas. O consórcio solicitou que a pasta promova levantamento para implantar o serviço na região.

O programa Vivaleite, ação da Secretaria de Desenvolvimento Social, distribui leite para crianças e idosos em vulnerabilidade social, entrega mensalmente 376.323 litros de leite e beneficia 25.084 pessoas dos 14 municípios do Condemat+, nas quais 10.860 crianças e 14.224 idosos.

O consórcio solicitou, ainda, a revisão dos valores de repasses para os serviços de assistência disponíveis nos municípios e a implantação de um programa destinado à população de rua na região.

Assistência Social

Na esteira dos investimentos do CONDEMAT+ na área de Assistência Social está a Casa Abrigo que atende às mulheres vítimas de violência. São 20 vagas para os municípios de Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes e Poá. A unidade contou com um investimento de R$ 80,3 mil na implantação e o custeio anual de cerca de R$ 1 milhão, totalizando R$ 1,1 milhão.

O consórcio possui, ainda, a Residência Inclusiva para Jovens e Adultos, destinada para pessoas com deficiência, cujos vínculos familiares estejam rompidos ou fragilizados. Atualmente, está em fase de implantação em Mogi das Cruzes, contará com 10 vagas e vai atender as cidades de Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Mogi das Cruzes, Poá e Santa Isabel com duas vagas cada. O serviço tem o aporte de R$ 65,1 mil para implantação e custeio anual de R$ 972 mil, ultrapassando R$ 1 milhão.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.