PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Estado vai recuar sobre pedágio na Mogi-Dutra, afirma Abelzinho

Foto: Imprensa/CMA

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Vereador vai assumir o comando da Câmara Municipal em janeiro

Após ser eleito presidente da Câmara Municipal de Arujá para o ano de 2022, ontem (16), o vereador Abel Larini (PL), conhecido como Abelzinho, conversou com o Arujá Repórter e afirmou que o Governo do Estado vai anunciar a desistência do plano de implantação de uma praça de pedágio no km 45 da rodovia Mogi-Dutra, entre Arujá e Mogi das Cruzes.

Abelzinho foi um dos parlamentares que mais se engajou, junto com o prefeito Luís Camargo (PSD), para que o pedágio não fosse implementado. Vale destacar que o conselheiro Renato Martins Costa, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), suspendeu o trecho do edital do Lote Litoral Paulista, da Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), que implantaria o pedágio.

“Tivemos a notícia que o Governo do Estado vai anunciar essa conquista para a região. Todos são contrários ao novo pedágio”, comentou.

Sobre o próximo ano, em que vai comandar o Legislativo arujaense pela sétima vez, Abelzinho comentou que vai reunir os vereadores para discutir medidas a serem adotadas. Ele defendeu a manutenção da harmonia com o Executivo, além da agilidade para votação de emendas estaduais e federais ao orçamento da Prefeitura. “Nossa cidade é pujante, em pleno crescimento, e precisa de união para continuar a crescer”, avaliou.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.