PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

GCM recupera carro em córrego e prende suspeitos por tráfico e violência doméstica

Foto: Divulgação/PMA
Share on whatsapp
Share on telegram

Guardas atenderam várias ocorrências no feriado prolongado

O feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida foi marcado por diversas ocorrências para a Guarda Civil Municipal (GCM) de Arujá.

No domingo (10), a Guarda atendeu a um caso de violência doméstica no Parque Rodrigo Barreto.
Uma mulher foi agredida pelo seu ex-companheiro, que estava extremamente exaltado e também veio a desferir palavras ofensivas contra a equipe. O mesmo foi contido e conduzido para a Delegacia de Polícia e autuado por violência doméstica, lesão corporal, desacato e injúria e ficou à disposição da justiça.

Na terça-feira(12), pela manhã, populares informaram à Guarda Municipal que havia um veículo Monza caído no córrego da Avenida D e, em conjunto com a Polícia Militar, os agentes se deslocaram para averiguar. Chegando pelo local, as equipes constataram se tratar de um veiculo que havia sido furtado no bairro do São Domingos. Foi realizado contato com a vítima, que compareceu ao local.

Ainda pela terça-feira, à noite, em patrulhamento pela Avenida Railda Alves de Oliveira, a equipe da GCM visualizou dois indivíduos em atitude suspeita, na parte lateral do campo de futebol Arena Barreto.

Diante da situação suspeita, os GCM’s resolveram proceder com a abordagem aos indivíduos, sendo que com um deles localizaram três invólucros contendo substância esverdeada, semelhante à maconha, além da quantia de R$ 32, enquanto com o outro localizaram três invólucros com substância esverdeada, semelhante à maconha e a quantia de R$ 65 em notas de diversos valores.

Neste momento, os GCMs perceberam que, ao lado dos indivíduos, havia um saco plástico maior e, ao questionarem os suspeitos, estes disseram não lhes pertencer. Os guardas abriram o referido saco plástico, momento que constataram haver ali grande quantidade de drogas (261 porções de substância esbranquiçada, semelhante à cocaína e 62 porções de substância esverdeada, semelhante à maconha).

Diante da situação encontrada, os GCMs deram voz de prisão aos criminosos, tendo-os conduzido à Delegacia para as providências necessárias.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE