PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Loja Vale Reciclar já arrecadou mais de 3 toneladas de recicláveis em Arujá

Loja Vale Reciclar
Foto: Wellington Alves

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

População pode trocar produtos por moedas sociais, que serão utilizadas para compras no local

A loja Vale Reciclar, localizada ao lado da sede do Fundo Social, na avenida Amazonas, 743, na área central, segue recebendo recicláveis e trocando pela moeda social “Vale Verde”. Em pouco mais de dois meses, a loja já destinou à Cooperativa de Reciclagem de Arujá (Cora) mais de 3.316 quilos de materiais.

Podendo receber de 1kg a até 30kg de recicláveis previamente higienizados, a loja funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 16 horas, trocando os produtos pelo Vale Verde. Com ele, é possível adquirir itens na própria loja.

“Recebemos o apoio fundamental da ONG ‘Espaço Urbano’ e de várias entidades como a Cora e projeto Tampinhas do Bem, e aproveito para pedir a colaboração de todos os munícipes, escolas e comerciantes da nossa cidade, para nos ajudar nesta causa e também para resgatarmos o título de Arujá como Cidade Natureza”, frisou a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Clau Camargo.

Segundo informações do secretário de Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, André França, divulgadas recentemente pelo governo federal, o Brasil é recordista mundial no recolhimento e reciclagem de latas de alumínio.

Em 2021, 98,7% das latas comercializadas em todo o país foram reutilizadas, o maior volume da história. Para se ter uma ideia da grandiosidade dos números, das mais de 414 mil toneladas de latas comercializadas, 409 mil toneladas foram recicladas.

Para cada um quilo de lata reciclada são poupados cinco quilos de bauxita, mineral utilizado para a produção de alumínio. Somente em 2021, foram economizados dois milhões de toneladas de bauxita. Benefícios que não param por aí. Entre 2019 e 2021, a reciclagem proporcionou uma redução de 70% no consumo de energia, 65% no consumo de água e queda de 70% nas emissões de gases de efeito estufa.

A reciclagem da lata de alumínio é referência no Brasil e no mundo, com o aperfeiçoamento contínuo do sistema de logística reversa. “Em cerca de 60 dias, uma latinha pode ser comprada, usada, coletada, reciclada, virar latinha de novo ou voltar ao supermercado. Podemos afirmar que o Brasil é exemplo para o mundo e a indústria da lata de alumínio para bebidas contribui para a descarbonização e a economia de energia, dentre tantos outros benefícios ambientais e sociais”, aponta Renato Paquet, secretário-executivo da ONG Recicla Latas.

Em 2020, a assinatura de um acordo entre o Governo Federal, por meio do Ministério do Meio Ambiente, com a Associação Brasileira do Alumínio (Abal) e a Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas) ampliou a coleta e permitiu um aumento nos números de reciclagem de latas. A ação definiu novos desafios para o setor com um importante apoio para os catadores que trabalham na cadeia de reciclagem, determinando às indústrias de reciclagem a compra das latas coletadas a preço de mercado.

Vale lembrar que, em Arujá, não somente a latinha de alumínio pode ser entregue (previamente higienizada) na loja Vale Reciclar, mas diversos materiais como óleo de cozinha, isopor, papel, papelão, garrafas PET, ou qualquer outro item reciclável.

Para mais informações sobre como entregar seu material reciclável na loja Vale Reciclar, ligue para o Fundo Social de Solidariedade de Arujá: (11) 4651-4097.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.