PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Secretaria de Meio Ambiente inicia o Projeto Biodiversidade com abelhas nativas sem ferrão

Projeto Biodiversidade com abelhas nativas sem ferrão
Foto: Divulgação/PMA

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Iniciativa conta com a participação da população

A Secretaria de Meio Ambiente, abrindo o calendário de atividades de projetos ambientais no ano de 2023, deu início ao Projeto Biodiversidade, que trabalha com a preservação de espécies de abelhas sem ferrão, nativas da fauna brasileira, para aprimoramento e polinização da área de mata do Parque dos Ipês e trabalho com educação ambiental.

Nesta sexta-feira (27), a secretaria recebeu munícipes interessados no cultivo e preservação das abelhas, que receberam informações por uma palestra (parte teórica) e aprenderam a montar e instalar iscas para captura de espécies de melíponas (abelhas sem ferrão), na parte prática.

As instruções e informações técnicas foram dadas pelo especialista Otoniel Alves de Souza, que cria abelhas nativas e faz o trabalho educacional de divulgação da importância dessa fauna para a preservação de remanescentes de vegetação e polinização de flores e frutos.

Ao todo, foram instaladas seis iscas de abelhas no Parque dos Ipês, e a secretaria espera formar algumas colmeias de espécies nativas que viverão no parque, auxiliando na recuperação e preservação ambiental do local, e posteriormente servindo para a educação ambiental, com visitas de escolas e outros grupos interessados em aprender sobre as abelhas.

A próxima etapa será no final de março, quando a equipe da secretaria fará a remoção das iscas e a formação das colmeias em caixas racionais. Nessa fase, mais munícipes interessados serão convidados a acompanhar e aprender sobre o processo e todo o mundo da preservação das abelhas nativas e seu trabalho pela natureza.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.