PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Varíola dos macacos registra casos em 58 cidades paulistas; Arujá não tem infectados

varíola dos macacos
Foto: Reprodução/OMS

PUBLICIDADE

Doença tem mais de 800 casos confirmados no Estado de São Paulo

A Secretaria de Estado da Saúde informa, nesta quinta-feira (4), que o Estado de São Paulo possui 1.298 casos confirmados de monkeypox, conhecida como varíola dos macacos. A doença já atingiu 58 municípios paulistas. Em Arujá, não há nenhuma infecção.

A varíola dos macacos demonstra maior impacto na cidade de São Paulo, com 1.058 casos. No Alto Tietê há 18 infectados em Guarulhos, quatro em Itaquaquecetuba, três em Mogi das Cruzes, um em Poá e quatro em Suzano.

De acordo com a pasta, os pacientes estão com boa evolução do quadro e são acompanhados pelas vigilâncias epidemiológicas dos seus respectivos municípios, com o apoio do Estado.

O vírus da Monkeypox faz parte da mesma família da varíola e é importante salientar que o atual surto não tem a participação de macacos na transmissão para seres humanos. A transmissão ocorre entre pessoas e o atual surto tem prevalência de transmissão de contato íntimo e sexual.

Prevenção contra a Monkeypox

  • Evitar contato íntimo ou sexual com pessoas que tenham lesões na pele;
  • Evitar beijar, abraçar ou fazer sexo com alguém com a doença;
  • Higienização das mãos com água e sabão e uso de álcool gel;
  • Não compartilhar roupas de cama, toalhas, talheres, copos, objetos pessoais ou brinquedos sexuais;
  • Uso de máscaras, protegendo contra gotículas e saliva, entre casos confirmados e contactantes.

Sintomas

  • O principal sintoma é o aparecimento de lesões parecidas com espinhas ou bolhas que podem surgir no rosto, dentro da boca ou em outras partes do corpo, como mãos, pés, peito, genitais ou ânus;
  • Caroço no pescoço, axila e virilhas;
  • Febre;
  • Dor de cabeça;
  • Calafrios;
  • Cansaço;
  • Dores musculares

PUBLICIDADE

Tópicos
Compartilhe

Veja também

SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE