PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Arujá cria ferramenta para população monitorar execução das ações de governo

Foto: Imprensa/CMA
Share on whatsapp
Share on telegram

Informação foi dada pelo secretário de Finanças durante audiência pública do PPA e da LOA 2022 realizada na Câmara Municipal

A população de Arujá terá a oportunidade de monitorar a execução orçamentária e verificar se o governo está cumprindo os projetos e as metas definidas no Plano Plurianual (PPA) 2022-2025 e na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2022.

A Prefeitura, por meio de seu setor de Informática, criou uma ferramenta que possibilitará a qualquer cidadão averiguar se programas, ações e obras anunciadas pela gestão estão de fato em andamento e em qual fase.

A informação foi dada pelo secretário de Finanças Caio César Vieira de Araújo durante audiência pública realizada na Câmara de Arujá, na última terça-feira (19).

Ele chegou a fazer uma breve apresentação do sistema, que será oficialmente lançado e disponibilizado para uso após a aprovação definitiva das peças orçamentárias pelo Legislativo e a inclusão das emendas impositivas. “As pessoas poderão checar o PPA clicando sobre qualquer uma das sete diretrizes estratégicas traçadas no Plano e, a partir daí ter acesso direto aos programas, indicadores, metas e investimentos realizados”, explicou.

No início da audiência, Caio Araújo fez uma explanação detalhada sobre o PPA e a LOA e defendeu o cumprimento das metas traçadas. “Não podemos deixar o PPA esquecido. Ele é uma peça fundamental para trazer as mudanças para a cidade. Se ele não for avaliado, executado e monitorado não conseguiremos colocar em prática essas mudanças”, reforçou.

O secretário fez questão de esclarecer que o PPA foi pensado de forma a atender as necessidades de um novo ciclo de crescimento e desenvolvimento da cidade que, em sua análise, “está deixando de ser um município de pequeno porte para se tornar um município de médio porte, superando os 100 mil habitantes”, acredita.

A audiência contou com participação expressiva dos vereadores, que puderam questionar os secretários sobre os planos do governo Luis Camargo para a cidade. Além de Caio Araújo, o secretário de Assuntos Jurídicos, Marcos Roberto Regueiro, também participou da atividade.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE