PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Arujá registra o pior índice de adesão à quarentena nesta semana

Foto: Prefeitura de Arujá

PUBLICIDADE

Maioria dos arujaenses têm saído de casa diariamente

Enquanto as mortes pelo novo coronavírus crescem em Arujá, a adesão da população à quarentena cai drasticamente. Levantamento do Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI), do Governo do Estado, desta semana, revela que a maioria dos moradores da cidade não tem respeitado o distanciamento social.

Especialistas consideram que o isolamento social é a maneira mais eficaz de se combater a propagação da covid-19. A cidade está em quarentena, como todo o Estado, desde 24 de março.

Durante a maior parte da quarentena, Arujá registrou isolamento social superior à média estadual. A situação tem se invertido nas últimas semanas. Na segunda (18), quarta (20) e quinta-feira (21), a adesão foi de 46%. Na terça (19) e sexta-feira (22), foram os piores resultados: 45%.

Ontem, o prefeito de Arujá, José Luiz Monteiro (MDB), liberou o funcionamento dos comércios não essenciais por delivery. A quarentena, que completa dois meses amanhã, deve ser prorrogada para junho pelo governador João Doria (PSDB).

PUBLICIDADE

Tópicos
Compartilhe

Veja também

SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE