PUBLICIDADE

Arujá tem índice de cobertura vacinal da H1N1 maior do que a média nacional

Prefeitura de Arujá
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Município tem 10,6% de cobertura vacinal contra a gripe

A Secretaria de Saúde de Arujá fez um novo balanço da vacinação contra a gripe (H1N1). O município ultrapassou a média do índice de cobertura vacinal nacional que é de 10,6% e também a estadual de 10,7%, enquanto que a cidade registra 18,7%, segundo dados atualizados hoje (13) pela pasta.

A imunização no sistema drive thru, que vinha ocorrendo em frente ao Clube União, na avenida Amazonas, concluiu a sua meta e agora passará a ser, de forma convencional, no CEM – Centro de Especialidades Médicas, assim como já acontece no ginásio Mario Covas, onde a vacinação contra a Influenza continua.

Portanto, a campanha segue ocorrendo de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30, nesses dois pontos: no ginásio Mario Covas, no Parque Rodrigo Barreto, e no Centro de Especialidades Médicas de Arujá (CEM), localizado na avenida dos Expedicionários, 1255, Vila Flora Regina. Vale lembrar que esses locais não estão sendo postos de vacinação contra a covid-19.

O município se encontra na segunda fase da campanha, onde estão sendo vacinadas pessoas com 60 anos ou mais e professores. Para se imunizar, basta levar documento de identidade com foto e número do CPF, comprovante de endereço e caderneta de vacinação (para o caso das crianças).

A pasta informou que quem não conseguiu se vacinar na fase anterior poderá se vacinar nessa e que, quem já se vacinou contra a Covid deve levar o cartão da vacinação. Isso porque, se você já se imunizou contra a doença, se tomou a Coronavac, deve aguardar 14 dias após a segunda dose, para tomar a vacina da gripe. Já se tomou a Astrazeneca, deve aguardar 14 dias após a primeira ou segunda dose, para tomar a vacina contra a Influenza H1N1, orientou a Secretaria Municipal de Saúde.

Vacinação Solidária

Quem for se vacinar, em qualquer um dos dois pontos, na campanha da imunização da H1N1, se puder, leve um quilo de alimento não perecível, que será entregue ao Fundo Social de Solidariedade para ser doado às famílias carentes da cidade.

Evitar aglomerações

A Secretaria Municipal de Saúde solicita às pessoas que forem se vacinar nos sistemas convencionais, tanto na campanha da H1N1, quanto da Covid-19 (que é realizada somente com agendamento no ginásio Habib Tannuri, na rua da feira do Centro), que evitem levar familiares, se possível, para não gerar aglomerações. A pasta solicita a colaboração de todos, para que o esquema vacinal seja tranquilo e seguro.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE