26.5 C
Arujá
segunda-feira, junho 14, 2021
InícioCidadeArujá vacina pessoas transplantadas e com Síndrome de Down
- PUBLICIDADE -

Arujá vacina pessoas transplantadas e com Síndrome de Down

- PUBLICIDADE -

Imunização contra a covid-19 ocorre no Ginásio Habib Tannuri

A Secretaria de Saúde de Arujá anunciou que, a partir de hoje (10), vacinará pessoas transplantadas e com Síndrome de Down, de 18 anos em diante, contra a covid-19. A vacinação ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30, no Ginásio Habib Tannuri, localizado na rua Maranhão, 386 (rua da feira do Centro).

Para receber a dose, além de se cadastrarem no site do vacinaja e concluírem o agendamento no site da Prefeitura de Arujá, pessoas integrantes desse grupo terão que comparecer com um comprovante da condição, como: exames, receitas, relatório ou prescrição médica. Caso contrário, não será possível receber o imunizante. O município recebeu 80 doses da vacina da Astrazeneca para pessoas com síndrome de Down a partir de 18 anos de idade e 44 doses para transplantados de 18 anos em diante.

No decorrer da semana, segundo informou a Secretaria Municipal de Saúde, serão vacinados mais grupos: grávidas com comorbidades, puérperas com comorbidades (mulheres que deram à luz em até 45 dias) com mais de 18 anos de idade e pessoas entre 55 e 59 anos com comorbidades, que também deverão comparecer com o comprovante da condição, além de pessoas entre 55 e 59 anos com deficiência permanente, que devem apresentar o comprovante do recebimento do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC).

Arujá recebeu, até o momento, 1815 doses da vacina Astrazeneca (de Oxford) para pessoas de 18 anos em diante (com Síndrome de Down, transplantados, gestantes ou puérperas, ambas com comorbidades), pessoas com comorbidades de 55 a 59 anos e pessoas com deficiência permanente que recebem Benefício de Prestação Continuada (BPC) também de 55 a 59 anos de idade.

Até a manhã de hoje (10), o sistema da Prefeitura possuía já cadastradas 23 pessoas com síndrome de Down e transplantados (de 18 a 59 anos), cinco grávidas ou puérperas com comorbidades (acima de 18 anos), 409 pessoas de 55 a 59 anos com comorbidades e duas pessoas com deficiência permanente que recebem BPC, na faixa etária de 55 a 59 anos.
A Secretaria Municipal de Saúde ressaltou que as pessoas em terapia renal substitutiva, que fazem hemodiálise, de 18 anos em diante, serão vacinadas nos municípios e nos próprios locais onde realizam o tratamento.

Vacinação Solidária

Se puder, no ato da vacinação, doe 1 kg de alimento não perecível, que será entregue pelo Fundo Social de Solidariedade às famílias carentes de Arujá.

Veja quais são os critérios de comorbidades definidos pelo Ministério da Saúde:

  • Doenças Cardiovasculares
  • Insuficiência cardíaca
  • Cor-pulmonale e Hipertensão pulmonar
  • Cardiopatia hipertensiva
  • Síndrome coronarianas
  • Valvopatias
  • Miocardiopatias e Pericardiopatias
  • Doença da Aorta, dos Grandes
  • Vasos e Fistolas arteriovenosas
  • Arritmias cardíacas
  • Cardiopatias congênitas no adulto
  • Próteses valvares e Dispositivos cardíacos implantados
  • Diabetes mellitus
  • Pneumopatias crônicas graves
  • Hipertensão arterial resistente
  • Hipertensão artéria estágio 3
  • Hipertensão estágios 1 e 2 com lesão e órgão alvo
  • Doença Cerebrovascular
  • Doença renal crônica
  • Imunossuprimidos
  • Anemia falciforme
  • Obesidade mórbida
  • Cirrose Hepática
  • HIV

Critérios para vacinação

Gestantes e PuérperasGestantes com Comorbidades: a partir de 18 anos de idade em qualquer idade gestacional

Puérperas: a partir dos 18 anos de idade e até com 45 dias após o parto, com comorbidades

Comprovar estado gestacional (carteira de acompanhamento e/ou pré-natal ou laudo médico) e no caso das puérperas apresentar declaração do nascimento da criança

Apresentar comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica

Pessoas com comorbidades

  • Apresentar comprovante da condição de risco por meio de exames, receitas, relatório médico ou prescrição médica
  • Cadastros já existentes nas Unidades Básicas de Saúde poderão ser utilizados Pessoas com Deficiência
    Permanente (BPC)
  • Apresentar comprovante do recebimento do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social

VEJA TAMBEM...

Siga o Arujá Reporter

12,894FãsCurtir
48SeguidoresSeguir
35InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

Mais lidas

- PUBLICIDADE -