26.5 C
Arujá
domingo, março 7, 2021
Início Política Conheça o Plano de Governo de Luis Camargo, que disputa a Prefeitura
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Conheça o Plano de Governo de Luis Camargo, que disputa a Prefeitura

- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Camargo tenta chegar ao Paço Municipal pela primeira vez

Ex-presidente da OAB Arujá, Luis Camargo (PSD) ficou em segundo na eleição de 2016. Com a coligação “Arujá Melhor”, que conta com PSD, Podemos, Rede, PSC, Patriota, Democratas, PSL e PDT, o advogado acredita que é possível vencer neste ano.

O vice na chapa é o empresário Betinho Gil (Podemos). Para Camargo, a construção do Hospital Municipal de Arujá é o principal desafio dos próximos quatro anos.

Conheça o Plano de Governo protocolado pelo candidato à Justiça Eleitoral.

APRESENTAÇÃO

Os princípios básicos de uma boa gestão baseiam-se no planejamento, na
organização, no controle e na direção.
Planejar as estruturas e estratégias que possibilitem melhor atendimento
dos serviços oferecidos pela administração.
Organizar ações que colaborem com a ascensão do desenvolvimento do
município, considerando os diversos aspectos da sociedade.
Controlar e proteger os bens e recursos públicos, criando condições
diversas de atendimento de qualidade e significância à população.
E por fim, dirigir a grande máquina com disciplina e sabedoria de tal forma
que a conduza em plena sinergia entre as mais diferentes peças desta engrenagem. A
administração pública deve zelar sempre pelos serviços oferecidos pelo município,
primando sempre pela boa administração dos recursos.
Nossa proposta é de reconstrução. É tornar Arujá um lugar ideal para se
viver, exemplo positivo para os demais municípios do Estado de São Paulo e demais
Estados. Sua construção pautou-se na participação de diversos setores organizados
da sociedade arujaense, com o objetivo de juntos, traçarmos metas e estratégias que
nos permitam uma administração mais prática e segura.
Assim, se eleito, comprometo-me a exercer o ofício de Prefeito de Arujá
com respeito e responsabilidade, trabalhando com a mesma intensidade que sempre
me dediquei para garantir os direitos daquela que buscaram meus préstimos.
O compromisso é com o progresso. É com o cuidar das pessoas, com
ética e transparência. Para tal, não há de se medir esforços, vontade política e força
de articulação para garantir que o cidadão arujaense merece e deve gozar de uma
vida mais leve, estruturada e bem assistida pela administração municipal.

O PLANO DE GOVERNO

O presente Plano de Governo é resultado de inúmeras pesquisas e
consultas a população da nossa cidade que traduz o anseio de uma gestão realmente
comprometida com a população Arujaense.
São propostas de políticas públicas na busca do desenvolvimento social,
sem desprezar o plano de desenvolvimento econômico atrelado a nossa vocação
industrial e logística, dada a privilegiada localização da nossa cidade beneficiada com
a construção do Rodoanel Mario Covas (trecho leste/ norte), sem perder de vista a
articulação interinstitucional e a busca de parcerias com instituições que atuam no
âmbito municipal, tanto na esfera pública como na privada.
É notório que um dos maiores anseios de nossa população está voltado
para o setor da saúde. Dessa forma, pretendemos reestruturar os serviços já
existentes no município melhorando a estrutura pré-existente, garantindo à população
uma assistência médica e odontológica digna e contínua, que atue na prevenção,
utilizando das modernas estratégias de gestão de saúde pública; priorizando o
atendimento das especialidades médicas; garantindo agendamento necessário e
oferecendo medicamento para os usuários da rede pública de saúde, sem tirar o foco
da construção de uma Hospital Regional na cidade.
Na geração de emprego e renda, criaremos o PROQUALI – PROGRAMA
DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL, com o objetivo de preparar nossos jovens para
o mercado de trabalho. Essa é uma prioridade em razão do grande número de jovens
desempregados de nossa cidade. Daí o foco em ações que priorizem o primeiro
emprego em paralelo com as ações de qualificação e requalificação profissional.
Vamos incrementar parcerias público privadas para a construção de
moradias populares em parceria com o governo estadual e federal, objetivando o
oferecimento de moradias para famílias de baixa renda.
Faz-se necessário também estimular as empresas locais a assumirem uma
postura proativa em relação as políticas públicas, e ao apoio a ações de cunho
cultural, desportivo e de lazer, como o esporte amador e o futebol de várzea, por
exemplo, através da adesão ao Programa Imposto Solidário.
Nosso mandato estará atrelado a concretização dos objetivos almejados, e
em especial a valores como trabalho, transparência, responsabilidade, ética,
criatividade e, acima de tudo, planejamento.

OBJETIVOS E PRINCÍPIOS DE ATUAÇÃO DO GOVERNO

OBJETIVOS CENTRAIS DO GOVERNO
• Colocar o munícipe como centro prioritário de qualquer projeto de
governo, focando na qualidade da prestação dos serviços públicos municipais e na
contraprestação à população;
• Pensar, planejar, e estruturar a cidade, dotando-a de equipamentos
urbanos mais adequados, buscando o aumento planejado da cidade, às demandas e
a qualidade de vida da população;
• Valorizar e garantir o uso sustentável do meio ambiente;
• Garantir igualdade de oportunidades para as crianças, adolescentes e
jovens arujaenses;
• Contribuir para a formação de um ambiente de negócios altamente
competitivo e para o crescimento econômico sustentável respeitando e incentivando
a vocação econômica e as características de nossa cidade;
• Promover o desenvolvimento de setores estratégicos para a economia
da cidade;
• Reduzir os indicadores de pobreza, oferecendo cursos
profissionalizantes, investindo em moradias populares e incentivando a economia
criativa em nossa cidade;
• Posicionar Arujá como importante Polo de desenvolvimento Industrial da
grande São Paulo.
Princípios de Atuação do Governo
• Humanização do atendimento aos munícipes – Investir no treinamento constante
dos servidores municipais para garantir serviços públicos de qualidade.
• Oferecer uma gestão profissional, dotada de planejamento, gestão e
acompanhamento para toda a máquina municipal;
• Estabelecer uma perfeita integração entre as políticas públicas municipais, estaduais
e federais, independentemente de siglas partidárias, priorizando a população e não
partido político, interesses de cunho político/ partidário, ou viés ideológico.
• Valorizar, desenvolver e motivar os talentos humanos do funcionalismo público
municipal;
• Potencializar a capacidade de investimento da Prefeitura através de parcerias com o
setor privado e outras esferas de governo para desenvolver a cidade em todas as
áreas com maior agilidade, em especial na Construção de um Hospital Regional;
• Aproveitar e utilizar o desenvolvimento tecnológico em prol da melhoria dos serviços
prestados ao cidadão e da eficiência dos processos da administração municipal a
partir da utilização das mídias sociais, para facilitar a comunicação direta entre o
Governo e o munícipe.

ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS

A secretaria de administração e finanças tem papel fundamental no
governo, pois é a responsável pela administração de pessoal e recursos
humanos. Programa, controla e fiscaliza todo o material de patrimônio da
prefeitura, e ainda coordena a documentação oficial de Governo. É responsável
também por elaborar a contabilidade pública para a prestação de contas do
exercício financeiro. É a secretaria que cuida da administração dos recursos do
município.
Tendo em vista o importante momento em que vivemos, precisamos
olhar atentos para esta secretaria por ser essencial no combate a corrupção, e
contratos fraudulentos. É primordial que haja pessoas competentes e
responsáveis para assumir esta Pasta, a fim de mudarmos o cenário que nosso
município enfrenta nos dias de hoje, com isso propomos:
 CRIAÇÃO DA OUVIDORIA MUNICIPAL DESCENTRALIZADA – Um
canal de ouvidoria efetivamente ativa é fundamental para que seja construída uma
relação de confiança entre o executivo e a população; é o canal de segunda instância
para reclamações, sugestões ou elogios, para um setor específico e neutro, que fará
chegar ao chefe do executivo manifestações da população sobre a execução de seu
Governo; dessa forma poderão ser aparadas as arestas para uma governança mais
justa e com a participação popular.
 ABERTURA DE CANAIS DE ATENDIMENTO DIRETO COM A
POPULAÇÃO – Tal medida fará com que a participação popular seja efetiva, a
população terá dessa forma a oportunidade de sugerir, acompanhar e fiscalizar os
recursos orçamentários do município.
 CRIAÇÃO DE PLANO DE CARREIRA – Para todo os servidores
públicos municipais, incentivando a qualificação, e a formação continuada, com
gratificações e/ou bonificações por mérito. Garantindo assim que o serviço público
chegue com qualidade à população.
 ISENÇÃO DE IMPOSTOS E TAXAS – Planejamento para que haja com
responsabilidade, a devida isenção de impostos e taxas municipais para idosos de
baixa renda e Pessoa com Deficiência;
 CRIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE PROJETOS E CAPTAÇÃO DE
RECURSOS – Com a criação deste departamento será constituída uma equipe que
trabalhe com enfoque total buscar e viabilizar o recebimento de recursos e
estabelecimento de convênios com o Governo Estadual e o Governo Federal;
 CRIAR PROGRAMAS DE ESTÁGIO – A criação de um programa para
que estagiários deste município possam iniciar suas carreiras, em sua área de estudo
na administração municipal, criando vínculo do jovem com a cidade, incentivando o
conhecimento e colaborando com sua renda.

ASSISTÊNCIA SOCIAL

A Secretaria de Assistência Social desenvolverá ações para garantir as
condições básicas necessárias à população em situação de risco e vulnerabilidade
social; irá combater a discriminação, a desigualdade e injustiça social; atuará para o
fortalecimento da dignidade humana, da cidadania e do desenvolvimento sustentável
das comunidades.
A exclusão social é caracterizada por situações em que muitas pessoas
não possuem nenhuma renda, nem vínculo de trabalho, por exposição ao trabalho
infantil, sobre-exploração das mulheres e idosos, pelas várias discriminações,
marginalização provocada pela pobreza e dos que sofrem incapacidade para
trabalhar. A miséria, o racismo e a intolerância são alguns dos fatores que também
provocam a exclusão social.
Realidade que são apontadas nos dados do IBGE de 2018, em Arujá: 36,8
é o percentual da população com rendimentos mensais de até meio salário mínimo e
somente 29% é a população ocupada, (com vínculo de trabalho) em relação a
população geral. Situação que fica ainda mais complicada e agravada com a
pandemia, que se instalou não só em nossa cidade, mas em todo o planeta. Com o
objetivo de intervir nesta realidade propomos:
 CONSOLIDAR O SUAS – Sistema Único da Assistência Social que tem
por meta prevenir situações de vulnerabilidade e risco social, fomentar o
desenvolvimento humano de modo que o indivíduo seja capaz de garantir sua própria
manutenção, bem como de seus familiares. O SUAS será implementado na
perspectiva do enfrentamento a pobreza, a miserabilidade, indigência e suas
implicações para redução de danos à população que se encontra em situação de
vulnerabilidade e risco social, e investir na proteção para prevenir uma série de fatores
que possam intensificar as violações.
 IMPLEMENTAR E REVITALIZAR O CRAS – Centro de Referência de
Assistência Social: importante unidade pública, localizada em áreas de vulnerabilidade
social, para realização de serviços de proteção social básica; desenvolver o trabalho
na perspectiva da prevenção e minimização e/ou superação das condições de
pobreza, vulnerabilidades e desigualdades sociais. Será ampliado o atendimento para
outras regiões e bairros da cidade com a criação de outras unidades.
 IMPLEMENTAR E REVITALIZAR O CREAS – Centro de Referência
Especializado em Assistência Social: importante unidade pública, que presta serviços
especializados e continuados às famílias e indivíduos que tenham seus direitos
básicos violados; serviços prestados à pessoa vítima de violência. Implementação do
programa de atendimento à Mulher (a sala lilás), ao idoso, à criança e adolescente,
pessoa com deficiência e pessoa em situação de rua, com acompanhamento
psicológico, jurídico e orientação familiar, dando-lhes suporte, em casos de violência,
inclusive a violência doméstica.
 CRIAÇÃO DO PROGRAMA “CIDADANIA GARANTIDA”: atendimento
necessário ao cidadão com objetivo de garantir o direito a assistência social, e acesso
ao sistema socioassistencial. Com a situação de aumento do risco social diante de
situações adversas, como exemplo a pandemia do corona vírus que provoca um
aumento da pobreza e para garantir uma renda e ou recursos será recuperado o
programa Renda Mínima que foi descaracterizado em 2019 por dificultar o acesso às
pessoas que necessitam; Criar meios para o acesso à cursos profissionalizantes com
a concessão de bolsas de estudos à jovens e adultos.
 VIABILIZAR CONDIÇÕES DE MORADIA – as moradas que forem
identificadas como precárias, por engenheiros e arquitetos da prefeitura, e que podem
provocar riscos à família, entre tantas outras questões; Incentivar a formação e o
funcionamento de cooperativas de trabalho (costureiras, jardineiros, doceiras,
pedreiros, coletores, etc.), priorizando a parceria da Prefeitura com essas cooperativas
quando estiverem em funcionamento.
 FORMALIZAR CONSÓRCIOS REGIONAIS: buscando oferecer
Infraestrutura dotada de equipamentos capazes de oferecer abrigo, alimentação e
banho, tratamento especializado às pessoas em situação de alta vulnerabilidade.
 Formalizar Convênios com órgãos Federais, Estaduais, Universidades,
Empresas e Organizações da sociedade civil (ONGs e OSCIPs) inscritas no Conselho
Municipal da Assistência Social para viabilizar os programas que possam atender a
população.
 Será desenvolvida a articulação de diversas políticas sociais para
atender a Proteção Social à criança e ao adolescente, em conjunto com os Conselhos
Municipais e todas as entidades da sociedade civil.
 Implantação do Programa “Cidadão Solidário” que será desempenhado
por moradores do próprio bairro, junto ao CRAS.
 Valorização dos profissionais da assistência social, plano de cargos e
carreira, acesso a cursos de qualificação e aprimoramento.
 Implementação dos Centro de Convivência da Criança e do adolescente
reestruturando, equipando e revitalizando as atividades, inclusive, com polos de
atendimentos em bairros afastados da região central do município.
 Implantação do Plano Municipal de Acessibilidade com objetivo de
garantir o atendimento e Direitos da Pessoa com deficiência e idosos.
 Implementar a Política Municipal do Idoso. Criar novas unidades do
Centro de Convivência do Idoso e ampliar as atividades de forma a atender a
demanda.

CULTURA

“Fomentar as atividades culturais para a população de Arujá é de grande
importância para o desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida da população,
principalmente das crianças e adolescentes em fase de amadurecimento intelectual”
A Secretaria de Cultura tem papel fundamental na formação intelectosocial de cada cidadão; é responsável por grande parte da formação de caráter e
personalidade. Neste sentido, vislumbramos a necessidade de:
 Criação de Espaço Multicultural (Conchas Acústicas para Música
e Teatro); espaços de utilização comunitária para que possa ser desfrutado o
direito do cidadão em assistir, ouvir, e prestigiar os artistas da cidade e região;
 Trazer a Secretaria Municipal de Cultura para local acessível ao
público. Atualmente a Pasta ocupa como sede um antigo casarão localizado
em condomínio residencial fechado, totalmente inacessível para qualquer
cidadão. Para uma democracia funcional é de suma importância que qualquer
munícipe tenha acesso facilitado a qualquer secretaria do executivo.
 Criação de Espaço da Memória Arujaense. A história do
município deve ser preservada para que as futuras gerações possam conhecer
e se reconhecer como membros dessa sociedade, e perpetuar características e
culturas típicas da região.
 Construção de Anfiteatro para encenações teatrais, cursos,
palestras, exposições, e atender as demais necessidades de realização de
eventos da administração pública, etc.;
 Incentivo aos Artistas da Cidade – A Secretaria de Cultura deverá
promover meios de captação de recursos e fomentar a liberdade de expressão
artística municipal através das diretrizes estabelecidas pelas legislações
vigentes, e incentivos fiscais;
 Valorização dos movimentos musicais já existentes; reestruturar
as bandas e fanfarras municipais, artistas solos, agremiações escolares, desfile
cívico, e comemorações típicas do calendário oficial da cidade;
 Criação do Festival de Talentos Estudantil, com o objetivo de
incentivar a participação de alunos da Rede Pública Municipal e Estadual de
Educação na criação e apresentação de peças teatrais, composições autorais
artísticas diversas;
 Criação de Lei Municipal de incentivo à Cultura com vistas a
viabilização de recursos para o desenvolvimento de projetos idealizados pelos
artistas locais;
 Projeto Ônibus do Saber e Modernização da Biblioteca;
objetivando levar de maneira itinerante projetos e apresentações culturais para
as populações de maior carência, e ainda, potencializar a utilização da
biblioteca municipal com foco na sua modernização de estrutura física e/ ou
itinerante;
 Criação de Estúdio de áudio e Vídeo para artistas Locais;
ampliar o atendimento e as condições de desenvolvimento dos artistas locais,
oferecendo oportunidade real para imersão no mercado de entretenimento;
 Projeto arte nas Escolas; traçar meios multidisciplinares entre as
pastas Educação, Cultura e Meio Ambiente, a fim de garantir a efetiva
participação das nossas crianças e jovens no processo de construção da
história do município;
 Comemorar a fundação dos Bairros; criando um calendário
permanente de comemoração e festividades típicas para cada região do
município, estimulando o lazer, o entretenimento e interatividade entre as
comunidades.

ESPORTE E LAZER

“O esporte traz mudanças positivas, o desenvolvimento físico e intelectual
de crianças, promoção da disciplina, respeito, espirito de equipe e superação, além
disso, o contato direto com o esporte resulta, comprovadamente, na diminuição da
incidência de crianças e jovens na criminalidade.”
Partindo deste pressuposto, o objetivo dessa administração é fomentar e
incentivar as mais vastas modalidades esportivas, visando a construção de uma
sociedade que garanta a prevenção de doenças e comorbidades, sejam elas físicas ou
mental, com o cuidado pessoal, visa ainda oferecer ao jovem oportunidade de
ingresso em carreira esportiva para que lhe traga o senso de respeito, disciplina e
trabalho em equipe.
Baseado nisso, trabalharemos para:
 Criar Centros Esportivos aproveitando estruturas já existentes;
 Promover maior aproveitamento e utilização do Estádio Municipal
Armando Maiolino, criando mais vagas para as mais diversas modalidades esportivas
de grupo;
 Cobertura e ampliação de Quadras Poliesportivas nos bairros com
abertura à noite, garantindo serviço de vigilância para os que utilizem dos espaços,
bem como de acompanhamento profissional qualificado;
 Reformas e aquisições de novos equipamentos para os ginásios
municipais;
 Lazer nas Avenidas aos Domingos (além da Mario Covas, Amazonas,
Av. D, etc); projeto que visa levar atividades para toda as faixas etárias da população,
fazendo com que a família arujaense possa desfrutar dos encantos de nossas
avenidas;
 Inclusão de Arujá nos Circuitos de Golfe e Baseball (Campeonato
Regional); e promover meios de acesso e treinamento à população, com o objetivo de
popularizar esses esportes aos interessados;
 Apoio aos Atletas e Paratletas do Município para a participação em
campeonatos, levando assim o brasão do município ao reconhecimento esportivo;
 Criação do Conselho de Esporte;
 Passe livre dos ônibus municipais para estudantes em período de
atividade esportiva;

MEIO AMBIENTE E TURISMO

“Reconhecida como cidade Natureza, Arujá tem grande potencial para o turismo
ecológico e ações sustentáveis, disponibilizando à população espaços públicos que
possam proporcionar lazer e conscientização ambiental a todos.”
Arujá tem muito potencial para se desenvolver como principal cidade turística da
região do Alto Tietê, trazendo com o título grande arrecadação para o município, bem
como renda e emprego pelo comércio e empreendedorismo local. Assim, é que
pensamos em projetos como:
 Revitalização e abertura ao público do Horto Florestal do Bairro São
Bento e do Jardim Fazenda Rincão;
 Criar rotas para Ciclismo / Mountain Bike e Pista de Bicicross com
infraestrutura adequada; incentivar campeonatos de motocross e enduro que
procuram a região por nossas trilhas naturais;
 Criar posto de coleta e descarte seletivo de móveis e eletrodomésticos
inseríveis nos bairros; criando também serviço de “cata treco” na porta do cidadão que
deseja se desfazer daquele bem.
 Incentivo as cooperativas de reciclagem, bem como à indústria que
resolver por reciclar ou reaproveitar seus resíduos – parceria entre cooperativas e
indústrias;
 Revitalização do centro e manutenção preventiva das árvores antigas
(arborização pública);
 Incentivar a produção agrícola do pequeno produtor próximo da área
urbana para utilização interna na merenda escolar municipal e outros;
 Recuperação das nascentes e rios existentes no município (Baquirivú –
Caputera – Vertentes);
 Incentivo ao Ecoturismo – Inclusão da cidade no circuito do Alto Tiête
(Projeto caminho das Águas – 11 cidades);
 Criação e divulgação de circuitos e eventos turísticos no município,
enfatizando as parceiras entre administração publica e comércio local (hotéis,
restaurantes)

EDUCAÇÃO

Para o município de Arujá, é necessário um programa que não somente
reabilite equipamentos municipais pouco aproveitados, mas que transforme o sistema
de Gestão de Ensino e Educação Arujaense em uma ferramenta para a o
desenvolvimento social.
Dentro dos moldes da educação continuada, propomos:
 Reestruturação dos sistemas de informações relativos ao ensino,
criando capital intelectual para a cidade, o que gera não somente alunos jovens
preparados para o ambiente de desenvolvimento educacional e cognitivo, mas
também no longo prazo mão-de-obra mais bem preparada para o desenvolvimento do
comércio e indústria locais;
 A obrigatoriedade da entrega dos kits de uniforme e material escolar no
início de janeiro, também, é necessário gerir a manutenção de estoque de kits, para
trocas ou substituições eventuais de acordo com a demanda de cada criança. Para
entender tais necessidades, não somente dos kits, mas objetivando analisar de forma
real a demanda por ensino na cidade;
 Realização de Censo Escolar, visando o levantamento de dados. Ao
realizar o censo é possível analisar não somente a demanda por materiais, mas
principalmente a demanda por vagas, com filtros, sejam eles de idade, bairro e outros;
 Planejar a construção de escolas, creches e centros educativos, sem
adaptações à estrutura existente, evitando os “puxadinhos”;
 Adaptar os profissionais da atual rede à nova forma organizacional,
propondo a construção do Centro Educacional e de Formação continuada dos
Profissionais da Educação, equipado com recursos necessários à formação
continuada e frequente de educadores, visando que estes estejam em dia com as
últimas práticas consideradas bem sucedidas no âmbito educacional. Este centro
servirá, não somente à profissionais do ensino, mas oferecerá aos alunos da rede
municipal, acompanhamento com psicólogos, fonoaudiólogos e psicopedagogos.
 Fomentar a participação dos profissionais atuais da Rede para a
construção do novo ensino arujaense, desta forma, estabeleceremos fóruns
participativos que debaterão as ideias em planejamento e execução, além de
desenvolver as suas próprias. Será fomentada também a participação dos
coordenadores pedagógicos da rede em suas respectivas comunidades, sendo
oferecida capacitação para que se desenvolvam projetos de participação comunitária
nas escolas, em conjunto com outras Secretarias.
 Estudar ferramentas, visando a ampliação de forma estruturada e
austera, das vagas na rede municipal, sendo que o objetivo atual é o total atendimento
da quantidade de vagas em creches e escolas.
 Promover a melhoria na qualidade e estrutura dos equipamentos
educacionais municipais atuais, visando que todas as escolas tenham a mesma média
de qualidade, e padronização dos recursos oferecidos;
 Em consonância com as melhores práticas internacionais,
desenvolveremos em conjunto com profissionais da rede, a implantação de salas de
ensino interdisciplinares;
 Propomos estabilizar a relação entre oferta e demanda de vagas, a
ampliação do atendimento, até que a obtenção da estrutura de ensino integral
aconteça de forma gradativa, natural e estruturada;
 Melhorar a logística de atendimento e distribuição do transporte e da
alimentação escolar, por meio de tecnologia adequada para a análise de rotas e
gerenciamento do serviço, de forma à ampliar a quantidade de alunos atendidos,
visando a totalidade, e reduzir os custos operacionais;
 Desenvolver programa de alimentação nutricional para os alunos da
rede pública, visando oferecer alimento de alta qualidade e valor nutricional,
necessários ao bom desenvolvimento da criança.
 Incentivar a compra de alimentos de produtores locais. Para que o
Município se desenvolva em termos gerais, o exemplo deve vir da Educação.
Traçando essas diretrizes podemos com certeza esperar um desenvolvimento como
um todo, de curto, médio e longo prazo, já que a base será solidificada na Educação
de Base.

EMPREGO E RENDA

“Arujá foi a cidade que apresentou um dos piores índices de deslocamento,
emprego e renda na região. Frente a esta realidade, a cidade precisa elaborar uma
política de desenvolvimento eficiente, que fomente a economia local, trazendo
empresas, gerando oportunidades de emprego e renda.”
Conhecida como cidade dormitório, hoje, sabemos que não é mais o ritmo
que a cidade caminha, ou pelo menos não deveria ser. Com a população em
constante crescimento, jovens em pleno desenvolvimento profissional, e localizada em
rota privilegiada, Arujá tem tudo para se desenvolver como a “queridinha” da indústria
e comércio da grande São Paulo. Resta-nos os devidos investimentos, como:
 CRIAÇÃO DO DISTRITO INDUSTRIAL – visando incentivar a
contratação de Mão de obra local;
 Desburocratizar a abertura de Empresas – Efetivar a implantação do
Projeto Via Rápida Empresa, dessa maneira atraindo empreendedores à regularização
de sua situação fiscal, criando empregos e incentivando o comércio;
 Projeto Caminho do Emprego – Orientação para a carreira vocacional,
com tutorias desde a capacitação, confecção de currículo e disponibilidade de vagas;
 Incentivo às feiras livres pelos bairros do município, com destaque do
produtor e comerciante local;
 CRIAÇÃO DO MERCADO MUNICIPAL DE ARUJÁ – FACILITAR A
INTERAÇÃO DO PRODUTOR LOCAL COM O CONSUMIDOR; um espaço que
incentivará produtores locais dos mais diversos segmentos a ter um local fixo para
expor seus trabalhos e o munícipe saiba que lá encontrará produtos de qualidade com
valor condizente,
 INSTALAÇÃO DO PROCON NO MUNICÍPIO;
 Regulamentação da prática da Lei Cidade Limpa, e desenvolvimento do
efetivo cumprimento da lei por todas as secretarias do Governo Municipal;
 Criação do Núcleo Politécnico e Tecnologia;
 Criação do Centro de Capacitação; desenvolvimento de um espaço
para capacitação dos munícipes com parcerias com o CIESP/SESI/SENAC/SENAI;
 Criação da Escola de Empreendedorismo; desenvolvimento de projetos
que incentivem o pequeno e médio empreendedor a crescer em seu ramo, oferecendo
toda a orientação que lhe for necessária;
 Qualificação da Pessoa com Deficiência para o mercado de trabalho, e
parcerias com empresas para convênio e encaminhamento de profissionais,
respeitando a lei de cotas;
 Criação do Banco Digital de empregos, com integração do Posto de
Atendimento ao Trabalhador (PAT);
 Estabelecer um acesso ao fundo de apoio ao Crédito para pequenos
Empreendedores;
 Regulamentação do comércio de rua, com a criação do Espaço
Amazonas Gourmet Trailers;

SAÚDE

“Prioridade: Parceria para Construção de um Hospital Público Municipal”
A Saúde é de pronto o desafio mais severo desta gestão, contudo,
desafios são nossa especialidade. Trabalharemos para que este município conheça o
que há de melhor em termos de atendimento e suporte aos usuários desse sistema.
Por isso, nossos planos objetivam o que segue:
 Inicialmente realizaremos as tratativas para celebração de convênio
entre Município (terreno)/ Estado (construção)/ União (gestão), para que seja
concretizado o sonho antigo de construção de um hospital público municipal;
 Implantação do Cartão Sistema Integrado de Saúde de Arujá (SISA),
visando sempre a humanização do atendimento;
 Reestruturação da Unidades Básicas de Saúde existentes;
 Instalação do Pronto Socorro Infantil;
 Centro de Saúde Mental, com instalação do Centro de Atendimento ao
Autista (CAA); e atendimento a dependentes químicos;
 Criação de CENTRO ESPECIALIZADO DE FISIOTERAPIA E
REABILITAÇÃO;
 CENTRO DE SAUDE DA MULHER; projeto que visa trazer para o
município referencias no atendimento da saúde da mulher;
 SERVIÇO DE UNIDADE MÓVEL NOS BAIRROS, com assistência
médica para idosos e Pessoa Com Deficiência, odontologia e pré-natal;
 Ampliação de distribuição de medicamentos (horários e quantidades);
 Retomada dos sistemas de atendimento odontológico no Centro para
procedimentos como Canal e restaurações, em especial a pacientes adultos, com
contratação de auxiliar odontologia, e sistema home para atendimento em bairros mais
afastados;
 Contratação de especialistas como Reumatologia, Cirurgião Gral,
Cardiologista, vascular entre outras especialidades, auxiliares e técnicos de
enfermagem e farmacêuticos para o cumprimento das determinações legais e
reposição de profissionais;
 Formação continuada e valorização dos Profissionais da área da saúde,
em especial a recepção humanizada, porta de entrada das unidades;
 Reforço das campanhas de imunização, de exames e de promoção da
saúde;
 Ampliação do Programa de Saúde da Família, com atendimento em
domicílio;
 Instalação de farmácia com plantão aos finais de semana e feriados
para atender a demanda de atendimento do Posto de Saúde; com celebração de
convênio com Rede Privada para fornecimento de medicamentos (que não seja da
rede básica);
 Instalação de sala de pequenas cirurgias no CEM – Centro de
Especialidades Municipal;
 Contratação de Medico Geriatra para evitar o deslocamento dos idosos
para fora do Município;
 Serviço Especializado de tratamento à Hipertensão e Diabetes, com
endocrinologista, clinico, enfermeiro, Podologo, (pé diabético), nutricionista, e
educador físico no Centro de Saúde ( estruturação do serviço de forma ampla e
eficaz);
 AMPLIAÇÃO DOS HORÁRIOS DAS Unidades Básicas de Saúde,
INCLUINDO ATENDIMENTO AOS SÁBADOS ATÉ 12:00HS;
 Reestruturação do transporte de pacientes respeitando as exigências
técnicas e de qualidade dos veículos;
 IMPLANTAÇÃO DA UTI NEO NATAL;
 CONCLUSÃO DA OBRA (PALETEIRO) AO LADO DA MATENIDADE;
ZOONOSE
“São necessárias ações com objetivo de controlar a população de cães e
gatos na cidade, orientando e incentivando as pessoas sobre a importância da
castração, vermifugação e vacinação dos animais.”
 Criação do Conselho Municipal do Bem estar Animal;
 Reestruturação da Zoonose;
 Reestruturação do Canil;
 Criação do Serviço PETMÓVEL nos bairros, para castração de cães e
gatos;
 Viabilizar a castração e vermifugação dos cães e gatos do Centro de
Zoonose do Município;
 Realização de Feiras e Eventos periódicos de exposição e doação dos
animais da Zoonose;
 Implementação de programas de combate ao abandono de animais e
promoção de castração;
 Criação de Atendimento de urgência, por Hospital ou Clinicas
Conveniadas;

SEGURANÇA

“Apesar da Segurança Pública ser, em grande parte, de responsabilidade do Governo
do Estado – por ser o responsável por alocar policiais militares e civis nas cidades – as
administrações municipais não usam todos os recursos disponíveis para melhorar a
qualidade da segurança na cidade.”
Arujá, por sua localização e fácil acesso as grandes rodovias é rota de tráfico, bem
como tem grande potencial para rota de fuga, de roubo e furto. Por isso, estruturamos
nosso projeto pensando em:
 Celebração de Convênios com outros entes federativos para captação
de verbas para a Secretaria Municipal de Segurança Pública;
 Realização de concurso público para o aumento do efetivo da Guarda
Municipal e melhor alocação da corporação em pontos estratégicos;
 Qualificação para uso do armamento da Guarda Municipal;
 Modernização tecnológica do Centro de Monitoramento e ampliação da
vigilância eletrônica nos prédios públicos;
 Convênio da atividade delegada com a Policia Militar, e gestão junto ao
Governo do Estado para o aumento do efetivo da Policia Militar no Município;
 Integração e compartilhamento de vídeo monitoramento, COI –
CENTRO DE OPERAÇÕES INTEGRADAS;
 Vizinhança Solidária nos bairros;
 Convênio com oficinas para manutenção de viatura da Polícia Militar;

MOBILIDADE URBANA E ACESSIBILIDADE

“Tendo em vista o considerável aumento de idosos e Pessoas com
Deficiência em Arujá, a dificuldade de deslocamento torna-se assunto urgente, sendo
necessário o planejamento de politicas de transporte e circulação capazes de
proporcionar o acesso amplo e democrático ao espaço urbano.”
Nestes termos, é de total responsabilidade do município que crie ambiente
propício para total liberdade e mobilidade de qualquer pessoa em suas vias; pensando
na dignidade da pessoa humana, propomos;
 Revitalização e Regularização da Rodoviária Local, com acessibilidade,
exigindo das empresas de transporte coletivo que estejam regularizadas e acessíveis;
 Criação de Terminal de ônibus com estrutura no Parque Rodrigo
Barreto, facilitando a logística de transporte de toda a população;
 Exigir novas passarelas da concessionária Nova Dutra;
 Tornar a cidade de Arujá totalmente acessível com rampas, guias
rebaixadas e calçadas adequadas, adaptando os prédios públicos internamente para
que sejam totalmente acessíveis, e fiscalizando os edifícios privados;
 Implantar linha de ônibus Metrô Penha ou Tatuapé e exigir maior
pontualidade das empresas;
 Investimento em ações de engenharia de tráfego de veículos
favorecendo a organização do trânsito; criando ainda bolsões para estacionamento
próximos ao centro e a centros comerciais;
 Estudo de via perimetral ligando 4 principais bairros no entorno do
Centro;
 Estimular projetos de educação para o trânsito por meio de parcerias e
convênios;
 Recapeamento de Ruas e Avenidas que se encontram deterioradas;
 Revisão do trânsito Bairro Primavera /Aracilia, Jardim Emilia, Perimetral,
Sitio dos Fernandes, Fundação Casa Itaquaquecetuba;

HABITAÇÃO

“Muitas pessoas não têm escriturados os seus terrenos, moram em área
de risco, em assentamentos precários e grande parte sem casa própria.”
Em Arujá, sabemos o quão é necessária a regulamentação imobiliária; é
assunto que vem se arrastando por gestões. Contudo, pretendemos resolver da
seguinte forma:
 Implantação do Programa Escritura na mão, que visa finalmente
entregar escrituras para aqueles imóveis que não possuem regularização;
 Campanhas de desburocratização e incentivo da emissão de
documentos para transação imobiliária;
 Agilizar a aprovação de projetos de construção e empreendimentos de
habitação, conforme a legislação vigente;
 Exigência de contrapartida em polo gerador de tráfego;
 Regularização de arrecadação do IPTU dos imóveis da divisa
Itaquaquecetuba/Arujá;
 Inserção do Município de Arujá no Programa Federal de Habitação
Popular;
 Incentivar parcerias para construção em regime de cooperativas de
habitações para população de baixa renda;
 Oferecer orientação jurídica aos moradores dos loteamentos da
Imobiliária Continental, visando a regularização dos lotes ocupados;
 Apoio a implantação do Cartório de Registro de Imóveis na cidade;

INFRAESTRUTURA

“A infraestrutura das cidades é de extrema importância para o
desenvolvimento econômico do Município. São necessárias ações integradas para
promover condições adequadas de moradia, trabalho, saúde, lazer e segurança.”
A infraestrutura municipal é o que fará olharem para nós com admiração e
trazerem para nossa cidade inovação e investimentos. Será nosso cartão de visita.
Com base nisso, visamos:
 Cadastramento das Ruas para implantação do CEP dos bairros
afastados: Pedreira Vicente Matheus, Conjunto Habitacional do CDHU – Jardim
Emília, e Zona Rural;
 Melhoria na sinalização de trânsito na cidade;
 Instalação de banheiros químicos nas feiras livres;
 Ampliação de horários para as feiras livres, com instalação de feiras
noturnas;
 Otimização do projeto Arujá Digital/WI FI em praças e prédios públicos;
 Reestruturação do setor de manutenção, seja para unidades da
administração e secretarias, bem como para atenção especial dos Bairros, limpeza,
prevenção de bueiros, vias e trabalho de conscientização d

VEJA TAMBEM...

Siga o Arujá Reporter

12,894FãsCurtir
48SeguidoresSeguir
35InscritosInscrever
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Mais lidas

- PUBLICIDADE -