26.5 C
Arujá
terça-feira, dezembro 1, 2020
Início Política Conheça o Plano de Governo de Luis Camargo, que disputa a Prefeitura
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Conheça o Plano de Governo de Luis Camargo, que disputa a Prefeitura

- PUBLICIDADE -

Camargo tenta chegar ao Paço Municipal pela primeira vez

Ex-presidente da OAB Arujá, Luis Camargo (PSD) ficou em segundo na eleição de 2016. Com a coligação “Arujá Melhor”, que conta com PSD, Podemos, Rede, PSC, Patriota, Democratas, PSL e PDT, o advogado acredita que é possível vencer neste ano.

O vice na chapa é o empresário Betinho Gil (Podemos). Para Camargo, a construção do Hospital Municipal de Arujá é o principal desafio dos próximos quatro anos.

Conheça o Plano de Governo protocolado pelo candidato à Justiça Eleitoral.

APRESENTAÇÃO

Os princípios básicos de uma boa gestão baseiam-se no planejamento, na
organização, no controle e na direção.
Planejar as estruturas e estratégias que possibilitem melhor atendimento
dos serviços oferecidos pela administração.
Organizar ações que colaborem com a ascensão do desenvolvimento do
município, considerando os diversos aspectos da sociedade.
Controlar e proteger os bens e recursos públicos, criando condições
diversas de atendimento de qualidade e significância à população.
E por fim, dirigir a grande máquina com disciplina e sabedoria de tal forma
que a conduza em plena sinergia entre as mais diferentes peças desta engrenagem. A
administração pública deve zelar sempre pelos serviços oferecidos pelo município,
primando sempre pela boa administração dos recursos.
Nossa proposta é de reconstrução. É tornar Arujá um lugar ideal para se
viver, exemplo positivo para os demais municípios do Estado de São Paulo e demais
Estados. Sua construção pautou-se na participação de diversos setores organizados
da sociedade arujaense, com o objetivo de juntos, traçarmos metas e estratégias que
nos permitam uma administração mais prática e segura.
Assim, se eleito, comprometo-me a exercer o ofício de Prefeito de Arujá
com respeito e responsabilidade, trabalhando com a mesma intensidade que sempre
me dediquei para garantir os direitos daquela que buscaram meus préstimos.
O compromisso é com o progresso. É com o cuidar das pessoas, com
ética e transparência. Para tal, não há de se medir esforços, vontade política e força
de articulação para garantir que o cidadão arujaense merece e deve gozar de uma
vida mais leve, estruturada e bem assistida pela administração municipal.

O PLANO DE GOVERNO

O presente Plano de Governo é resultado de inúmeras pesquisas e
consultas a população da nossa cidade que traduz o anseio de uma gestão realmente
comprometida com a população Arujaense.
São propostas de políticas públicas na busca do desenvolvimento social,
sem desprezar o plano de desenvolvimento econômico atrelado a nossa vocação
industrial e logística, dada a privilegiada localização da nossa cidade beneficiada com
a construção do Rodoanel Mario Covas (trecho leste/ norte), sem perder de vista a
articulação interinstitucional e a busca de parcerias com instituições que atuam no
âmbito municipal, tanto na esfera pública como na privada.
É notório que um dos maiores anseios de nossa população está voltado
para o setor da saúde. Dessa forma, pretendemos reestruturar os serviços já
existentes no município melhorando a estrutura pré-existente, garantindo à população
uma assistência médica e odontológica digna e contínua, que atue na prevenção,
utilizando das modernas estratégias de gestão de saúde pública; priorizando o
atendimento das especialidades médicas; garantindo agendamento necessário e
oferecendo medicamento para os usuários da rede pública de saúde, sem tirar o foco
da construção de uma Hospital Regional na cidade.
Na geração de emprego e renda, criaremos o PROQUALI – PROGRAMA
DE QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL, com o objetivo de preparar nossos jovens para
o mercado de trabalho. Essa é uma prioridade em razão do grande número de jovens
desempregados de nossa cidade. Daí o foco em ações que priorizem o primeiro
emprego em paralelo com as ações de qualificação e requalificação profissional.
Vamos incrementar parcerias público privadas para a construção de
moradias populares em parceria com o governo estadual e federal, objetivando o
oferecimento de moradias para famílias de baixa renda.
Faz-se necessário também estimular as empresas locais a assumirem uma
postura proativa em relação as políticas públicas, e ao apoio a ações de cunho
cultural, desportivo e de lazer, como o esporte amador e o futebol de várzea, por
exemplo, através da adesão ao Programa Imposto Solidário.
Nosso mandato estará atrelado a concretização dos objetivos almejados, e
em especial a valores como trabalho, transparência, responsabilidade, ética,
criatividade e, acima de tudo, planejamento.

OBJETIVOS E PRINCÍPIOS DE ATUAÇÃO DO GOVERNO

OBJETIVOS CENTRAIS DO GOVERNO
• Colocar o munícipe como centro prioritário de qualquer projeto de
governo, focando na qualidade da prestação dos serviços públicos municipais e na
contraprestação à população;
• Pensar, planejar, e estruturar a cidade, dotando-a de equipamentos
urbanos mais adequados, buscando o aumento planejado da cidade, às demandas e
a qualidade de vida da população;
• Valorizar e garantir o uso sustentável do meio ambiente;
• Garantir igualdade de oportunidades para as crianças, adolescentes e
jovens arujaenses;
• Contribuir para a formação de um ambiente de negócios altamente
competitivo e para o crescimento econômico sustentável respeitando e incentivando
a vocação econômica e as características de nossa cidade;
• Promover o desenvolvimento de setores estratégicos para a economia
da cidade;
• Reduzir os indicadores de pobreza, oferecendo cursos
profissionalizantes, investindo em moradias populares e incentivando a economia
criativa em nossa cidade;
• Posicionar Arujá como importante Polo de desenvolvimento Industrial da
grande São Paulo.
Princípios de Atuação do Governo
• Humanização do atendimento aos munícipes – Investir no treinamento constante
dos servidores municipais para garantir serviços públicos de qualidade.
• Oferecer uma gestão profissional, dotada de planejamento, gestão e
acompanhamento para toda a máquina municipal;
• Estabelecer uma perfeita integração entre as políticas públicas municipais, estaduais
e federais, independentemente de siglas partidárias, priorizando a população e não
partido político, interesses de cunho político/ partidário, ou viés ideológico.
• Valorizar, desenvolver e motivar os talentos humanos do funcionalismo público
municipal;
• Potencializar a capacidade de investimento da Prefeitura através de parcerias com o
setor privado e outras esferas de governo para desenvolver a cidade em todas as
áreas com maior agilidade, em especial na Construção de um Hospital Regional;
• Aproveitar e utilizar o desenvolvimento tecnológico em prol da melhoria dos serviços
prestados ao cidadão e da eficiência dos processos da administração municipal a
partir da utilização das mídias sociais, para facilitar a comunicação direta entre o
Governo e o munícipe.

ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS

A secretaria de administração e finanças tem papel fundamental no
governo, pois é a responsável pela administração de pessoal e recursos
humanos. Programa, controla e fiscaliza todo o material de patrimônio da
prefeitura, e ainda coordena a documentação oficial de Governo. É responsável
também por elaborar a contabilidade pública para a prestação de contas do
exercício financeiro. É a secretaria que cuida da administração dos recursos do
município.
Tendo em vista o importante momento em que vivemos, precisamos
olhar atentos para esta secretaria por ser essencial no combate a corrupção, e
contratos fraudulentos. É primordial que haja pessoas competentes e
responsáveis para assumir esta Pasta, a fim de mudarmos o cenário que nosso
município enfrenta nos dias de hoje, com isso propomos:
 CRIAÇÃO DA OUVIDORIA MUNICIPAL DESCENTRALIZADA – Um
canal de ouvidoria efetivamente ativa é fundamental para que seja construída uma
relação de confiança entre o executivo e a população; é o canal de segunda instância
para reclamações, sugestões ou elogios, para um setor específico e neutro, que fará
chegar ao chefe do executivo manifestações da população sobre a execução de seu
Governo; dessa forma poderão ser aparadas as arestas para uma governança mais
justa e com a participação popular.
 ABERTURA DE CANAIS DE ATENDIMENTO DIRETO COM A
POPULAÇÃO – Tal medida fará com que a participação popular seja efetiva, a
população terá dessa forma a oportunidade de sugerir, acompanhar e fiscalizar os
recursos orçamentários do município.
 CRIAÇÃO DE PLANO DE CARREIRA – Para todo os servidores
públicos municipais, incentivando a qualificação, e a formação continuada, com
gratificações e/ou bonificações por mérito. Garantindo assim que o serviço público
chegue com qualidade à população.
 ISENÇÃO DE IMPOSTOS E TAXAS – Planejamento para que haja com
responsabilidade, a devida isenção de impostos e taxas municipais para idosos de
baixa renda e Pessoa com Deficiência;
 CRIAÇÃO DO DEPARTAMENTO DE PROJETOS E CAPTAÇÃO DE
RECURSOS – Com a criação deste departamento será constituída uma equipe que
trabalhe com enfoque total buscar e viabilizar o recebimento de recursos e
estabelecimento de convênios com o Governo Estadual e o Governo Federal;
 CRIAR PROGRAMAS DE ESTÁGIO – A criação de um programa para
que estagiários deste município possam iniciar suas carreiras, em sua área de estudo
na administração municipal, criando vínculo do jovem com a cidade, incentivando o
conhecimento e colaborando com sua renda.

ASSISTÊNCIA SOCIAL

A Secretaria de Assistência Social desenvolverá ações para garantir as
condições básicas necessárias à população em situação de risco e vulnerabilidade
social; irá combater a discriminação, a desigualdade e injustiça social; atuará para o
fortalecimento da dignidade humana, da cidadania e do desenvolvimento sustentável
das comunidades.
A exclusão social é caracterizada por situações em que muitas pessoas
não possuem nenhuma renda, nem vínculo de trabalho, por exposição ao trabalho
infantil, sobre-exploração das mulheres e idosos, pelas várias discriminações,
marginalização provocada pela pobreza e dos que sofrem incapacidade para
trabalhar. A miséria, o racismo e a intolerância são alguns dos fatores que também
provocam a exclusão social.
Realidade que são apontadas nos dados do IBGE de 2018, em Arujá: 36,8
é o percentual da população com rendimentos mensais de até meio salário mínimo e
somente 29% é a população ocupada, (com vínculo de trabalho) em relação a
população geral. Situação que fica ainda mais complicada e agravada com a
pandemia, que se instalou não só em nossa cidade, mas em todo o planeta. Com o
objetivo de intervir nesta realidade propomos:
 CONSOLIDAR O SUAS – Sistema Único da Assistência Social que tem
por meta prevenir situações de vulnerabilidade e risco social, fomentar o
desenvolvimento humano de modo que o indivíduo seja capaz de garantir sua própria
manutenção, bem como de seus familiares. O SUAS será implementado na
perspectiva do enfrentamento a pobreza, a miserabilidade, indigência e suas
implicações para redução de danos à população que se encontra em situação de
vulnerabilidade e risco social, e investir na proteção para prevenir uma série de fatores
que possam intensificar as violações.
 IMPLEMENTAR E REVITALIZAR O CRAS – Centro de Referência de
Assistência Social: importante unidade pública, localizada em áreas de vulnerabilidade
social, para realização de serviços de proteção social básica; desenvolver o trabalho
na perspectiva da prevenção e minimização e/ou superação das condições de
pobreza, vulnerabilidades e desigualdades sociais. Será ampliado o atendimento para
outras regiões e bairros da cidade com a criação de outras unidades.
 IMPLEMENTAR E REVITALIZAR O CREAS – Centro de Referência
Especializado em Assistência Social: importante unidade pública, que presta serviços
especializados e continuados às famílias e indivíduos que tenham seus direitos
básicos violados; serviços prestados à pessoa vítima de violência. Implementação do
programa de atendimento à Mulher (a sala lilás), ao idoso, à criança e adolescente,
pessoa com deficiência e pessoa em situação de rua, com acompanhamento
psicológico, jurídico e orientação familiar, dando-lhes suporte, em casos de violência,
inclusive a violência doméstica.
 CRIAÇÃO DO PROGRAMA “CIDADANIA GARANTIDA”: atendimento
necessário ao cidadão com objetivo de garantir o direito a assistência social, e acesso
ao sistema socioassistencial. Com a situação de aumento do risco social diante de
situações adversas, como exemplo a pandemia do corona vírus que provoca um
aumento da pobreza e para garantir uma renda e ou recursos será recuperado o
programa Renda Mínima que foi descaracterizado em 2019 por dificultar o acesso às
pessoas que necessitam; Criar meios para o acesso à cursos profissionalizantes com
a concessão de bolsas de estudos à jovens e adultos.
 VIABILIZAR CONDIÇÕES DE MORADIA – as moradas que forem
identificadas como precárias, por engenheiros e arquitetos da prefeitura, e que podem
provocar riscos à família, entre tantas outras questões; Incentivar a formação e o
funcionamento de cooperativas de trabalho (costureiras, jardineiros, doceiras,
pedreiros, coletores, etc.), priorizando a parceria da Prefeitura com essas cooperativas
quando estiverem em funcionamento.
 FORMALIZAR CONSÓRCIOS REGIONAIS: buscando oferecer
Infraestrutura dotada de equipamentos capazes de oferecer abrigo, alimentação e
banho, tratamento especializado às pessoas em situação de alta vulnerabilidade.
 Formalizar Convênios com órgãos Federais, Estaduais, Universidades,
Empresas e Organizações da sociedade civil (ONGs e OSCIPs) inscritas no Conselho
Municipal da Assistência Social para viabilizar os programas que possam atender a
população.
 Será desenvolvida a articulação de diversas políticas sociais para
atender a Proteção Social à criança e ao adolescente, em conjunto com os Conselhos
Municipais e todas as entidades da sociedade civil.
 Implantação do Programa “Cidadão Solidário” que será desempenhado
por moradores do próprio bairro, junto ao CRAS.
 Valorização dos profissionais da assistência social, plano de cargos e
carreira, acesso a cursos de qualificação e aprimoramento.
 Implementação dos Centro de Convivência da Criança e do adolescente
reestruturando, equipando e revitalizando as atividades, inclusive, com polos de
atendimentos em bairros afastados da região central do município.
 Implantação do Plano Municipal de Acessibilidade com objetivo de
garantir o atendimento e Direitos da Pessoa com deficiência e idosos.
 Implementar a Política Municipal do Idoso. Criar novas unidades do
Centro de Convivência do Idoso e ampliar as atividades de forma a atender a
demanda.

CULTURA

“Fomentar as atividades culturais para a população de Arujá é de grande
importância para o desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida da população,
principalmente das crianças e adolescentes em fase de amadurecimento intelectual”
A Secretaria de Cultura tem papel fundamental na formação intelectosocial de cada cidadão; é responsável por grande parte da formação de caráter e
personalidade. Neste sentido, vislumbramos a necessidade de:
 Criação de Espaço Multicultural (Conchas Acústicas para Música
e Teatro); espaços de utilização comunitária para que possa ser desfrutado o
direito do cidadão em assistir, ouvir, e prestigiar os artistas da cidade e região;
 Trazer a Secretaria Municipal de Cultura para local acessível ao
público. Atualmente a Pasta ocupa como sede um antigo casarão localizado
em condomínio residencial fechado, totalmente inacessível para qualquer
cidadão. Para uma democracia funcional é de suma importância que qualquer
munícipe tenha acesso facilitado a qualquer secretaria do executivo.
 Criação de Espaço da Memória Arujaense. A história do
município deve ser preservada para que as futuras gerações possam conhecer
e se reconhecer como membros dessa sociedade, e perpetuar características e
culturas típicas da região.
 Construção de Anfiteatro para encenações teatrais, cursos,
palestras, exposições, e atender as demais necessidades de realização de
eventos da administração pública, etc.;
 Incentivo aos Artistas da Cidade – A Secretaria de Cultura deverá
promover meios de captação de recursos e fomentar a liberdade de expressão
artística municipal através das diretrizes estabelecidas pelas legislações
vigentes, e incentivos fiscais;
 Valorização dos movimentos musicais já existentes; reestruturar
as bandas e fanfarras municipais, artistas solos, agremiações escolares, desfile
cívico, e comemorações típicas do calendário oficial da cidade;
 Criação do Festival de Talentos Estudantil, com o objetivo de
incentivar a participação de alunos da Rede Pública Municipal e Estadual de
Educação na criação e apresentação de peças teatrais, composições autorais
artísticas diversas;
 Criação de Lei Municipal de incentivo à Cultura com vistas a
viabilização de recursos para o desenvolvimento de projetos idealizados pelos
artistas locais;
 Projeto Ônibus do Saber e Modernização da Biblioteca;
objetivando levar de maneira itinerante projetos e apresentações culturais para
as populações de maior carência, e ainda, potencializar a utilização da
biblioteca municipal com foco na sua modernização de estrutura física e/ ou
itinerante;
 Criação de Estúdio de áudio e Vídeo para artistas Locais;
ampliar o atendimento e as condições de desenvolvimento dos artistas locais,
oferecendo oportunidade real para imersão no mercado de entretenimento;
 Projeto arte nas Escolas; traçar meios multidisciplinares entre as
pastas Educação, Cultura e Meio Ambiente, a fim de garantir a efetiva
participação das nossas crianças e jovens no processo de construção da
história do município;
 Comemorar a fundação dos Bairros; criando um calendário
permanente de comemoração e festividades típicas para cada região do
município, estimulando o lazer, o entretenimento e interatividade entre as
comunidades.

ESPORTE E LAZER

“O esporte traz mudanças positivas, o desenvolvimento físico e intelectual
de crianças, promoção da disciplina, respeito, espirito de equipe e superação, além
disso, o contato direto com o esporte resulta, comprovadamente, na diminuição da
incidência de crianças e jovens na criminalidade.”
Partindo deste pressuposto, o objetivo dessa administração é fomentar e
incentivar as mais vastas modalidades esportivas, visando a construção de uma
sociedade que garanta a prevenção de doenças e comorbidades, sejam elas físicas ou
mental, com o cuidado pessoal, visa ainda oferecer ao jovem oportunidade de
ingresso em carreira esportiva para que lhe traga o senso de respeito, disciplina e
trabalho em equipe.
Baseado nisso, trabalharemos para:
 Criar Centros Esportivos aproveitando estruturas já existentes;
 Promover maior aproveitamento e utilização do Estádio Municipal
Armando Maiolino, criando mais vagas para as mais diversas modalidades esportivas
de grupo;
 Cobertura e ampliação de Quadras Poliesportivas nos bairros com
abertura à noite, garantindo serviço de vigilância para os que utilizem dos espaços,
bem como de acompanhamento profissional qualificado;
 Reformas e aquisições de novos equipamentos para os ginásios
municipais;
 Lazer nas Avenidas aos Domingos (além da Mario Covas, Amazonas,
Av. D, etc); projeto que visa levar atividades para toda as faixas etárias da população,
fazendo com que a família arujaense possa desfrutar dos encantos de nossas
avenidas;
 Inclusão de Arujá nos Circuitos de Golfe e Baseball (Campeonato
Regional); e promover meios de acesso e treinamento à população, com o objetivo de
popularizar esses esportes aos interessados;
 Apoio aos Atletas e Paratletas do Município para a participação em
campeonatos, levando assim o brasão do município ao reconhecimento esportivo;
 Criação do Conselho de Esporte;
 Passe livre dos ônibus municipais para estudantes em período de
atividade esportiva;

MEIO AMBIENTE E TURISMO

“Reconhecida como cidade Natureza, Arujá tem grande potencial para o turismo
ecológico e ações sustentáveis, disponibilizando à população espaços públicos que
possam proporcionar lazer e conscientização ambiental a todos.”
Arujá tem muito potencial para se desenvolver como principal cidade turística da
região do Alto Tietê, trazendo com o título grande arrecadação para o município, bem
como renda e emprego pelo comércio e empreendedorismo local. Assim, é que
pensamos em projetos como:
 Revitalização e abertura ao público do Horto Florestal do Bairro São
Bento e do Jardim Fazenda Rincão;
 Criar rotas para Ciclismo / Mountain Bike e Pista de Bicicross com
infraestrutura adequada; incentivar campeonatos de motocross e enduro que
procuram a região por nossas trilhas naturais;
 Criar posto de coleta e descarte seletivo de móveis e eletrodomésticos
inseríveis nos bairros; criando também serviço de “cata treco” na porta do cidadão que
deseja se desfazer daquele bem.
 Incentivo as cooperativas de reciclagem, bem como à indústria que
resolver por reciclar ou reaproveitar seus resíduos – parceria entre cooperativas e
indústrias;
 Revitalização do centro e manutenção preventiva das árvores antigas
(arborização pública);
 Incentivar a produção agrícola do pequeno produtor próximo da área
urbana para utilização interna na merenda escolar municipal e outros;
 Recuperação das nascentes e rios existentes no município (Baquirivú –
Caputera – Vertentes);
 Incentivo ao Ecoturismo – Inclusão da cidade no circuito do Alto Tiête
(Projeto caminho das Águas – 11 cidades);
 Criação e divulgação de circuitos e eventos turísticos no município,
enfatizando as parceiras entre administração publica e comércio local (hotéis,
restaurantes)

EDUCAÇÃO

Para o município de Arujá, é necessário um programa que não somente
reabilite equipamentos municipais pouco aproveitados, mas que transforme o sistema
de Gestão de Ensino e Educação Arujaense em uma ferramenta para a o
desenvolvimento social.
Dentro dos moldes da educação continuada, propomos:
 Reestruturação dos sistemas de informações relativos ao ensino,
criando capital intelectual para a cidade, o que gera não somente alunos jovens
preparados para o ambiente de desenvolvimento educacional e cognitivo, mas
também no longo prazo mão-de-obra mais bem preparada para o desenvolvimento do
comércio e indústria locais;
 A obrigatoriedade da entrega dos kits de uniforme e material escolar no
início de janeiro, também, é necessário gerir a manutenção de estoque de kits, para
trocas ou substituições eventuais de acordo com a demanda de cada criança. Para
entender tais necessidades, não somente dos kits, mas objetivando analisar de forma
real a demanda por ensino na cidade;
 Realização de Censo Escolar, visando o levantamento de dados. Ao
realizar o censo é possível analisar não somente a demanda por materiais, mas
principalmente a demanda por vagas, com filtros, sejam eles de idade, bairro e outros;
 Planejar a construção de escolas, creches e centros educativos, sem
adaptações à estrutura existente, evitando os “puxadinhos”;
 Adaptar os profissionais da atual rede à nova forma organizacional,
propondo a construção do Centro Educacional e de Formação continuada dos
Profissionais da Educação, equipado com recursos necessários à formação
continuada e frequente de educadores, visando que estes estejam em dia com as
últimas práticas consideradas bem sucedidas no âmbito educacional. Este centro
servirá, não somente à profissionais do ensino, mas oferecerá aos alunos da rede
municipal, acompanhamento com psicólogos, fonoaudiólogos e psicopedagogos.
 Fomentar a participação dos profissionais atuais da Rede para a
construção do novo ensino arujaense, desta forma, estabeleceremos fóruns
participativos que debaterão as ideias em planejamento e execução, além de
desenvolver as suas próprias. Será fomentada também a participação dos
coordenadores pedagógicos da rede em suas respectivas comunidades, sendo
oferecida capacitação para que se desenvolvam projetos de participação comunitária
nas escolas, em conjunto com outras Secretarias.
 Estudar ferramentas, visando a ampliação de forma estruturada e
austera, das vagas na rede municipal, sendo que o objetivo atual é o total atendimento
da quantidade de vagas em creches e escolas.
 Promover a melhoria na qualidade e estrutura dos equipamentos
educacionais municipais atuais, visando que todas as escolas tenham a mesma média
de qualidade, e padronização dos recursos oferecidos;
 Em consonância com as melhores práticas internacionais,
desenvolveremos em conjunto com profissionais da rede, a implantação de salas de
ensino interdisciplinares;
 Propomos estabilizar a relação entre oferta e demanda de vagas, a
ampliação do atendimento, até que a obtenção da estrutura de ensino integral
aconteça de forma gradativa, natural e estruturada;
 Melhorar a logística de atendimento e distribuição do transporte e da
alimentação escolar, por meio de tecnologia adequada para a análise de rotas e
gerenciamento do serviço, de forma à ampliar a quantidade de alunos atendidos,
visando a totalidade, e reduzir os custos operacionais;
 Desenvolver programa de alimentação nutricional para os alunos da
rede pública, visando oferecer alimento de alta qualidade e valor nutricional,
necessários ao bom desenvolvimento da criança.
 Incentivar a compra de alimentos de produtores locais. Para que o
Município se desenvolva em termos gerais, o exemplo deve vir da Educação.
Traçando essas diretrizes podemos com certeza esperar um desenvolvimento como
um todo, de curto, médio e longo prazo, já que a base será solidificada na Educação
de Base.

EMPREGO E RENDA

“Arujá foi a cidade que apresentou um dos piores índices de deslocamento,
emprego e renda na região. Frente a esta realidade, a cidade precisa elaborar uma
política de desenvolvimento eficiente, que fomente a economia local, trazendo
empresas, gerando oportunidades de emprego e renda.”
Conhecida como cidade dormitório, hoje, sabemos que não é mais o ritmo
que a cidade caminha, ou pelo menos não deveria ser. Com a população em
constante crescimento, jovens em pleno desenvolvimento profissional, e localizada em
rota privilegiada, Arujá tem tudo para se desenvolver como a “queridinha” da indústria
e comércio da grande São Paulo. Resta-nos os devidos investimentos, como:
 CRIAÇÃO DO DISTRITO INDUSTRIAL – visando incentivar a
contratação de Mão de obra local;
 Desburocratizar a abertura de Empresas – Efetivar a implantação do
Projeto Via Rápida Empresa, dessa maneira atraindo empreendedores à regularização
de sua situação fiscal, criando empregos e incentivando o comércio;
 Projeto Caminho do Emprego – Orientação para a carreira vocacional,
com tutorias desde a capacitação, confecção de currículo e disponibilidade de vagas;
 Incentivo às feiras livres pelos bairros do município, com destaque do
produtor e comerciante local;
 CRIAÇÃO DO MERCADO MUNICIPAL DE ARUJÁ – FACILITAR A
INTERAÇÃO DO PRODUTOR LOCAL COM O CONSUMIDOR; um espaço que
incentivará produtores locais dos mais diversos segmentos a ter um local fixo para
expor seus trabalhos e o munícipe saiba que lá encontrará produtos de qualidade com
valor condizente,
 INSTALAÇÃO DO PROCON NO MUNICÍPIO;
 Regulamentação da prática da Lei Cidade Limpa, e desenvolvimento do
efetivo cumprimento da lei por todas as secretarias do Governo Municipal;
 Criação do Núcleo Politécnico e Tecnologia;
 Criação do Centro de Capacitação; desenvolvimento de um espaço
para capacitação dos munícipes com parcerias com o CIESP/SESI/SENAC/SENAI;
 Criação da Escola de Empreendedorismo; desenvolvimento de projetos
que incentivem o pequeno e médio empreendedor a crescer em seu ramo, oferecendo
toda a orientação que lhe for necessária;
 Qualificação da Pessoa com Deficiência para o mercado de trabalho, e
parcerias com empresas para convênio e encaminhamento de profissionais,
respeitando a lei de cotas;
 Criação do Banco Digital de empregos, com integração do Posto de
Atendimento ao Trabalhador (PAT);
 Estabelecer um acesso ao fundo de apoio ao Crédito para pequenos
Empreendedores;
 Regulamentação do comércio de rua, com a criação do Espaço
Amazonas Gourmet Trailers;

SAÚDE

“Prioridade: Parceria para Construção de um Hospital Público Municipal”
A Saúde é de pronto o desafio mais severo desta gestão, contudo,
desafios são nossa especialidade. Trabalharemos para que este município conheça o
que há de melhor em termos de atendimento e suporte aos usuários desse sistema.
Por isso, nossos planos objetivam o que segue:
 Inicialmente realizaremos as tratativas para celebração de convênio
entre Município (terreno)/ Estado (construção)/ União (gestão), para que seja
concretizado o sonho antigo de construção de um hospital público municipal;
 Implantação do Cartão Sistema Integrado de Saúde de Arujá (SISA),
visando sempre a humanização do atendimento;
 Reestruturação da Unidades Básicas de Saúde existentes;
 Instalação do Pronto Socorro Infantil;
 Centro de Saúde Mental, com instalação do Centro de Atendimento ao
Autista (CAA); e atendimento a dependentes químicos;
 Criação de CENTRO ESPECIALIZADO DE FISIOTERAPIA E
REABILITAÇÃO;
 CENTRO DE SAUDE DA MULHER; projeto que visa trazer para o
município referencias no atendimento da saúde da mulher;
 SERVIÇO DE UNIDADE MÓVEL NOS BAIRROS, com assistência
médica para idosos e Pessoa Com Deficiência, odontologia e pré-natal;
 Ampliação de distribuição de medicamentos (horários e quantidades);
 Retomada dos sistemas de atendimento odontológico no Centro para
procedimentos como Canal e restaurações, em especial a pacientes adultos, com
contratação de auxiliar odontologia, e sistema home para atendimento em bairros mais
afastados;
 Contratação de especialistas como Reumatologia, Cirurgião Gral,
Cardiologista, vascular entre outras especialidades, auxiliares e técnicos de
enfermagem e farmacêuticos para o cumprimento das determinações legais e
reposição de profissionais;
 Formação continuada e valorização dos Profissionais da área da saúde,
em especial a recepção humanizada, porta de entrada das unidades;
 Reforço das campanhas de imunização, de exames e de promoção da
saúde;
 Ampliação do Programa de Saúde da Família, com atendimento em
domicílio;
 Instalação de farmácia com plantão aos finais de semana e feriados
para atender a demanda de atendimento do Posto de Saúde; com celebração de
convênio com Rede Privada para fornecimento de medicamentos (que não seja da
rede básica);
 Instalação de sala de pequenas cirurgias no CEM – Centro de
Especialidades Municipal;
 Contratação de Medico Geriatra para evitar o deslocamento dos idosos
para fora do Município;
 Serviço Especializado de tratamento à Hipertensão e Diabetes, com
endocrinologista, clinico, enfermeiro, Podologo, (pé diabético), nutricionista, e
educador físico no Centro de Saúde ( estruturação do serviço de forma ampla e
eficaz);
 AMPLIAÇÃO DOS HORÁRIOS DAS Unidades Básicas de Saúde,
INCLUINDO ATENDIMENTO AOS SÁBADOS ATÉ 12:00HS;
 Reestruturação do transporte de pacientes respeitando as exigências
técnicas e de qualidade dos veículos;
 IMPLANTAÇÃO DA UTI NEO NATAL;
 CONCLUSÃO DA OBRA (PALETEIRO) AO LADO DA MATENIDADE;
ZOONOSE
“São necessárias ações com objetivo de controlar a população de cães e
gatos na cidade, orientando e incentivando as pessoas sobre a importância da
castração, vermifugação e vacinação dos animais.”
 Criação do Conselho Municipal do Bem estar Animal;
 Reestruturação da Zoonose;
 Reestruturação do Canil;
 Criação do Serviço PETMÓVEL nos bairros, para castração de cães e
gatos;
 Viabilizar a castração e vermifugação dos cães e gatos do Centro de
Zoonose do Município;
 Realização de Feiras e Eventos periódicos de exposição e doação dos
animais da Zoonose;
 Implementação de programas de combate ao abandono de animais e
promoção de castração;
 Criação de Atendimento de urgência, por Hospital ou Clinicas
Conveniadas;

SEGURANÇA

“Apesar da Segurança Pública ser, em grande parte, de responsabilidade do Governo
do Estado – por ser o responsável por alocar policiais militares e civis nas cidades – as
administrações municipais não usam todos os recursos disponíveis para melhorar a
qualidade da segurança na cidade.”
Arujá, por sua localização e fácil acesso as grandes rodovias é rota de tráfico, bem
como tem grande potencial para rota de fuga, de roubo e furto. Por isso, estruturamos
nosso projeto pensando em:
 Celebração de Convênios com outros entes federativos para captação
de verbas para a Secretaria Municipal de Segurança Pública;
 Realização de concurso público para o aumento do efetivo da Guarda
Municipal e melhor alocação da corporação em pontos estratégicos;
 Qualificação para uso do armamento da Guarda Municipal;
 Modernização tecnológica do Centro de Monitoramento e ampliação da
vigilância eletrônica nos prédios públicos;
 Convênio da atividade delegada com a Policia Militar, e gestão junto ao
Governo do Estado para o aumento do efetivo da Policia Militar no Município;
 Integração e compartilhamento de vídeo monitoramento, COI –
CENTRO DE OPERAÇÕES INTEGRADAS;
 Vizinhança Solidária nos bairros;
 Convênio com oficinas para manutenção de viatura da Polícia Militar;

MOBILIDADE URBANA E ACESSIBILIDADE

“Tendo em vista o considerável aumento de idosos e Pessoas com
Deficiência em Arujá, a dificuldade de deslocamento torna-se assunto urgente, sendo
necessário o planejamento de politicas de transporte e circulação capazes de
proporcionar o acesso amplo e democrático ao espaço urbano.”
Nestes termos, é de total responsabilidade do município que crie ambiente
propício para total liberdade e mobilidade de qualquer pessoa em suas vias; pensando
na dignidade da pessoa humana, propomos;
 Revitalização e Regularização da Rodoviária Local, com acessibilidade,
exigindo das empresas de transporte coletivo que estejam regularizadas e acessíveis;
 Criação de Terminal de ônibus com estrutura no Parque Rodrigo
Barreto, facilitando a logística de transporte de toda a população;
 Exigir novas passarelas da concessionária Nova Dutra;
 Tornar a cidade de Arujá totalmente acessível com rampas, guias
rebaixadas e calçadas adequadas, adaptando os prédios públicos internamente para
que sejam totalmente acessíveis, e fiscalizando os edifícios privados;
 Implantar linha de ônibus Metrô Penha ou Tatuapé e exigir maior
pontualidade das empresas;
 Investimento em ações de engenharia de tráfego de veículos
favorecendo a organização do trânsito; criando ainda bolsões para estacionamento
próximos ao centro e a centros comerciais;
 Estudo de via perimetral ligando 4 principais bairros no entorno do
Centro;
 Estimular projetos de educação para o trânsito por meio de parcerias e
convênios;
 Recapeamento de Ruas e Avenidas que se encontram deterioradas;
 Revisão do trânsito Bairro Primavera /Aracilia, Jardim Emilia, Perimetral,
Sitio dos Fernandes, Fundação Casa Itaquaquecetuba;

HABITAÇÃO

“Muitas pessoas não têm escriturados os seus terrenos, moram em área
de risco, em assentamentos precários e grande parte sem casa própria.”
Em Arujá, sabemos o quão é necessária a regulamentação imobiliária; é
assunto que vem se arrastando por gestões. Contudo, pretendemos resolver da
seguinte forma:
 Implantação do Programa Escritura na mão, que visa finalmente
entregar escrituras para aqueles imóveis que não possuem regularização;
 Campanhas de desburocratização e incentivo da emissão de
documentos para transação imobiliária;
 Agilizar a aprovação de projetos de construção e empreendimentos de
habitação, conforme a legislação vigente;
 Exigência de contrapartida em polo gerador de tráfego;
 Regularização de arrecadação do IPTU dos imóveis da divisa
Itaquaquecetuba/Arujá;
 Inserção do Município de Arujá no Programa Federal de Habitação
Popular;
 Incentivar parcerias para construção em regime de cooperativas de
habitações para população de baixa renda;
 Oferecer orientação jurídica aos moradores dos loteamentos da
Imobiliária Continental, visando a regularização dos lotes ocupados;
 Apoio a implantação do Cartório de Registro de Imóveis na cidade;

INFRAESTRUTURA

“A infraestrutura das cidades é de extrema importância para o
desenvolvimento econômico do Município. São necessárias ações integradas para
promover condições adequadas de moradia, trabalho, saúde, lazer e segurança.”
A infraestrutura municipal é o que fará olharem para nós com admiração e
trazerem para nossa cidade inovação e investimentos. Será nosso cartão de visita.
Com base nisso, visamos:
 Cadastramento das Ruas para implantação do CEP dos bairros
afastados: Pedreira Vicente Matheus, Conjunto Habitacional do CDHU – Jardim
Emília, e Zona Rural;
 Melhoria na sinalização de trânsito na cidade;
 Instalação de banheiros químicos nas feiras livres;
 Ampliação de horários para as feiras livres, com instalação de feiras
noturnas;
 Otimização do projeto Arujá Digital/WI FI em praças e prédios públicos;
 Reestruturação do setor de manutenção, seja para unidades da
administração e secretarias, bem como para atenção especial dos Bairros, limpeza,
prevenção de bueiros, vias e trabalho de conscientização d

Error: Embedded data could not be displayed.

VEJA TAMBEM...

- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Mais lidas

Ex-secretário faz depoimento bombástico contra gestões Zé Luiz e Abel Larini

Ricardo Moscovich aponta irregularidades em contratos da Prefeitura A CEI (Comissão Especial de Inquérito) da Câmara de Arujá que...

Saiba quem são os nove candidatos à Prefeitura de Arujá

Crise política faz cidade bater recorde de prefeituráveis em uma eleição O xadrez eleitoral está formado em Arujá. Foram...

Câmara de Arujá sugere fim da Festa das Nações em 2020

Prefeitura tiraria dinheiro do evento para financiar famílias carentes de Arujá. Em reunião com o prefeito José Luiz Monteiro...

Novo Hospital de Arujá deve ficar pronto em 2022

Prefeitura e Caixa Econômica Federal assinaram o contrato nesta sexta-feira O prefeito de Arujá, José Luiz Monteiro (MDB), assinou...

Vereadores de Arujá descartam reduzir salários durante a pandemia

Medida foi adotada em outros legislativos do Estado A Câmara de Arujá não realizou redução nos subsídios de vereadores...
- PUBLICIDADE -