PUBLICIDADE

Dimas Covas diverge de Doria e se opõe a Copa América no Brasil

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Diretor do Instituto Butantan afirma que momento é de incerteza

Em entrevista à CNN Brasil, na noite desta segunda-feira (31), o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou que é contrário à realização da Copa América no Brasil, como anunciado pela Conmebol.

Covas disse que, como médico, entende que o momento da pandemia do coronavírus é de incertezas e que não é ideal para eventos internacionais. Ele avalia que as delegações estrangeiras podem trazer novas variantes do vírus ao Brasil, como também elas podem levar variantes para seus países.

A posição do diretor do Butantan é divergente à do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), que em coletiva de imprensa, na tarde de hoje, comentou que não se opõe a partidas do torneio em estádios paulistas, desde que seja respeitado o Plano São Paulo.

A Copa América seria realizada na Argentina e na Colômbia em 2020, mas foi adiada para este ano por conta da pandemia. Há duas semanas, a Conmebol retirou a competição da Colômbia por causa dos fortes protestos. Já o governo argentino informou à entidade, ontem (30), que não teria condições de sediar a Copa por causa do agravamento da pandemia no país.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE