26.5 C
Arujá
domingo, fevereiro 28, 2021
Início Política Doria acusa Bolsonaro de “genocídio” por tragédia em Manaus
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Doria acusa Bolsonaro de “genocídio” por tragédia em Manaus

- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Bolsonaro diz que fez a sua parte; 60 bebês podem morrer por falta de oxigênio

Em coletiva de imprensa, no Palácio dos Bandeirantes, hoje (15), o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), subiu ainda mais as críticas contra o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido). Ele disse que, se fosse em outro país, seria chamado de “genocídio” a tragédia humanitária em Manaus, em que pessoas têm morrido sem oxigênio por falta de respiradores e leitos de internação.

A CNN informa que, pelo menos, 60 bebês correm o risco de morte por falta de assistência. O governo paulista entrou em contato com o Governo do Amazonas para receber crianças e gestantes afetadas pela covid-19, além de enviar 40 respiradores produzidos pela Universidade de São Paulo para os hospitais do estado.

“O negacionismo comanda o país. É hora de termos uma reação a isso, da sociedade civil e dos brasileiros. Isso é um crime contra os brasileiros”, acusou Doria. Ele foi além e afirmou que Bolsonaro é culpado pela crise humanitária em Manaus.

Na manhã desta sexta-feira, Bolsonaro comentou que o governo federal não tem responsabilidade pelo colapso de leitos de UTI em Manaus e pelas pessoas que morrem sem atendimento. “A gente está sempre fazendo o que tem que fazer, né? Problema em Manaus: terrível o problema lá, agora nós fizemos a nossa parte, com recursos, meios”, declarou.

VEJA TAMBEM...

Siga o Arujá Reporter

12,894FãsCurtir
48SeguidoresSeguir
35InscritosInscrever
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Mais lidas

- PUBLICIDADE -