PUBLICIDADE

Estado avalia projeto alternativo para duplicar Mogi-Dutra

Foto: Condemat
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Impasse em desapropriação atrasa a obra

Em evento em Itaquaquecetuba, na manhã de sexta-feira (30), o governador em exercício Rodrigo Garcia (DEM) anunciou que o DER (Departamento de Estradas de Rodagem) trabalha num projeto alternativo para a Rodovia Mogi-Dutra, que está em duplicação entre as cidades de Mogi das Cruzes e Arujá.

A obra será entregue no final do ano sem os serviços do trecho próximo à Rodovia SP-56, na chegada a Arujá, em razão de impasses na desapropriação de um imóvel.

Garcia garantiu que a maior parte da duplicação da Mogi-Dutra será entregue em dezembro e a sua conclusão total será em março de 2022, com a execução do trecho pendente, de aproximadamente 1,5 quilômetros, num traçado alternativo ao do projeto original.

“Reconhecemos as dificuldades numa obra dessa dimensão no ponto de vista ambiental e de desapropriações. Mas todos os protagonistas deste projeto estão engajados em resolver isso porque essa é uma obra prioritária para a região e acreditamos que a proposta apresentada pelo governador em exercício é factível”, avaliou Adriano Leite, prefeito de Guararema e presidente do Condemat (Consórcio dos Municípios do Alto Tietê).

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE