PUBLICIDADE

Estado define regras mais rígidas para missas, cultos e cerimônias religiosas na pandemia

Foto: Wellington Alves
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Governo quer aferição de temperatura dos fiéis e suspensão de coros

O Governo de São Paulo disponibilizou nesta terça-feira (2) os protocolos sanitários para o funcionamento de igrejas, templos e demais estabelecimentos religiosos no Estado durante a pandemia do coronavírus. As normais são mais rígidas do que as existentes atualmente na maioria das religiões.

De acordo com a gestão João Doria (PSDB), os protocolos têm como objetivo auxiliar os estabelecimentos a reduzir o risco de contágio da covid-19. O documento foi elaborado em parceria com diversos representantes dos setores e validado pela Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo.

Os fiéis são obrigados a ficar o tempo inteiro com máscaras. No caso dos católicos, segundo o Estado, cabe a orientação da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), que proíbe a comunhão na boca. A comunhão aos fiéis não está proibida, de acordo com o governo estadual.

As igrejas que não atenderem as recomendações podem receber autuações pela Vigilância Sanitária.

Veja algumas orientações que devem ser seguidas:

  • 1- Nível de ocupação máxima no local deve ser de 30%
  • 2 – Obrigatoriedade de tirar a temperatura antes do ingresso no local e fornecimento de álcool em gel
  • 3 – Obrigatoriedade de uso de máscara durante todo o período da cerimônia
  • 4 – Distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas dentro do local
  • 5 – Todas as pessoas devem estar sentadas
  • 6 – Horários devem ser espaçados para evitar aglomeração de entrada e saída
  • 7 – Evitar realizar reuniões ao final da tarde e ao início da noite, para que as pessoas não cheguem direto do trabalho, sem estarem devidamente higienizadas
  • 8 – Assegurar a ventilação adequada do local fechado de realização da reunião, mantendo todas as portas e janelas abertas a todo tempo
  • 9 – Sempre que possível, eliminar rituais envolvendo toques e não compartilhar objetos
  • 10 – Suspender os coros temporariamente devido ao potencial de contaminação desta atividade
Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE