PUBLICIDADE

Estado vai contratar 20 mil pais de alunos de escolas estaduais

Foto: Imprensa/CMA
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Contratados irão trabalhar quatro horas por dia e vão receber R$ 500 por mês

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou a criação do programa Bolsa do Povo Educação, que vai contratar 20 mil pais e responsáveis de alunos da rede estadual. Ele participou de coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (14), no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.

Os interessados poderão se cadastrar entre 19 e 31 de julho. Os contratados irão trabalhar quatro horas por dia nas escolas em que os filhos estudam, entre agosto e dezembro, e irão receber R$ 500 por mês.

O foco do projeto é auxiliar as famílias em vulnerabilidade social, principalmente neste momento de crise econômica por causa da pandemia do coronavírus.

“Um dos grandes objetivos vai ser a busca ativa (dos alunos), com acompanhamento dos protocolos”, informou o secretário estadual de Educação, Rossieli Soares.

Para se cadastrar, além de ser responsável por um aluno, a pessoa deve morar próximo da escola e estar desempregado há, pelo menos, três meses. Há preferência por candidatos cadastrados no CadÚnico, mães e pessoas mais velhas. Cada inscrito poderá se inscrever em até três escolas.

Os interessados devem se inscrever no link, clicar em “Educação” e depois em “Se inscrever” a partir de 19 de julho.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE