PUBLICIDADE

Estupros crescem 80% em Arujá neste ano

Foto: PRF
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Crianças e adolescentes até 13 anos e deficientes são as maiores vítimas

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) informou que, entre janeiro e maio, Arujá contabilizou 18 estupros, sendo 16 contra vulneráveis, ou seja, crianças e adolescentes até 13 anos e deficientes.

Para efeito de comparação, no mesmo período do ano passado, a cidade registrou 10 estupros, sendo nove contra vulneráveis.

Muitas vezes, o crime é cometido por familiares. Em abril, por exemplo, um idoso de 65 anos foi preso em Tocantins, acusado de ter estuprado duas netas em Arujá.

Esses casos podem ser denunciados diretamente para a Delegacia da Mulher, que fica na Praça Bartolomeu Bueno, n º 7, no Centro, no prédio ao lado da Delegacia de Polícia (DP), e funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h. Os telefones para contato são 4655-0021 e 4653-1984.

Vale ressaltar que, de acordo com o Código Penal Brasileiro, não é apenas o ato sexual forçado que se caracteriza como estupro. Um beijo forçado pode ser considerado estupro.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE