PUBLICIDADE

Famílias devem evitar almoço do Dia das Mães, apontam especialistas

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Secretário de Estado da Saúde sugere encontros em ambientes abertos

Os tradicionais encontros de Dia das Mães preocupam os especialistas do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo. Em entrevista no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista, nesta sexta-feira (7), o secretário estadual de Saúde, Jean Gorinchteyn, desencorajou os chamados almoços de família.

De acordo com Gorinchteyn, a proliferação da covid-19 é mais comum dentro de casa do que nos supermercados e comércios. “Nos almoços [e natural que as pessoas se aproximem mais e sem máscaras”, comentou.

Na opinião do secretário, é preciso evitar aglomerações. “A maioria dos pacientes que internaram se infectaram nas próprias casas por filhos, netos e visitas que não tomavam os cuidados”, argumentou.

Para Gorinchteyn, encontros familiares podem ocorrer preferencialmente em ambientes abertos e arejados, com uso de máscara, álcool em gel e distanciamento.

O secretário-executivo do Centro de Contingência, João Gabbardo, também comentou que os grupos prioritários devem tomar também, além da vacina da covid-19, a da gripe. Até ontem (6), apenas 8% dos grupos prioritários tomaram a vacina da gripe.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE