26.5 C
Arujá
segunda-feira, abril 19, 2021
Início Colunas Maternar: Nascimento de Um Amor Filhos gravam nossas atitudes!
- PUBLICIDADE -

Filhos gravam nossas atitudes!

- PUBLICIDADE -

Plantar amor é a melhor forma de se colher amor no futuro.

Nossos filhos, pequenos e grandes, compreendem, absorvem e interpretam muito mais do que imaginamos. E eles fazem isso numa perspectiva particular. Devemos prestar atenção na nossa conduta e saber o que devemos e o que não devemos fazer e falar na frente deles porque gravam tudo!  Além de nossas atitudes, devemos também ter cuidado com o que veem na TV ou internet. Por mais óbvio que seja, alguns itens acabam passando despercebidos por nós. 

Por exemplo, falar palavrões em casa pode levar a criança a achar isso normal, pois, quando pequenos, não entendem direito o significado das palavras chulas e, em consequência, poderão agir do mesmo modo em outros ambientes. 

Cuidado quando for tomar remédios na frente dos pequenos, pois podem achar que é uma balinha ou docinho. A regra também vale pra quem gosta de aparar a franja ou mesmo cortar os cabelos em casa, fazer a barba ou se depilar com lâmina. Os nossos imitantes podem querer repetir e correrão riscos.

Não devemos falar mal de outras pessoas pois fofocas, no geral, deixam as crianças confusas, divididas e até se sentem culpadas. Não são capazes de entender esses comentários particulares e ingenuamente podem repetir na frente da pessoa.

Obedecer as regras de trânsito é algo importantíssimo. Atravessar a rua na faixa. Usar cinto de segurança. Não falar no celular quando está dirigindo. E por aí vai… Dê o exemplo para que seja seguido da melhor forma.

Nem todo problema ou o que nos preocupa devem ser passados aos nossos filhos. À medida que forem crescendo, podemos ir explicando de uma maneira que consigam assimilar.

Cuidado com o que você assiste. Pode parecer que não estão prestando atenção, mas eles absorvem tudo o que acontece ao seu redor.

Devemos nos policiar quanto ao ambiente que inserimos nossos filhos. Lugares que eles veem constantes bebedeiras, seja dos pais ou dos convidados, familiares e amigos não deixarão boas impressões.

Os especialistas também dizem que não devemos falar das crianças como se elas não estivessem. Fazer críticas sobre seu físico ou o intelecto pode gerar complexos. 

Existem muitos outros comportamentos que devemos nos policiar. O modelo familiar em que nossos filhos crescem servirá de base para a família que construirão no futuro. Lembrem-se: somos um espelho para eles. Sugiro que quando estivermos juntos de nossos filhos que façamos de conta que estamos sendo gravados porque esses gravadorzinhos estão sempre a todo vapor.

VEJA TAMBEM...

Siga o Arujá Reporter

12,894FãsCurtir
48SeguidoresSeguir
35InscritosInscrever
- PUBLICIDADE -

Mais lidas

- PUBLICIDADE -