PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Governadores se unem contra coronavírus e Bolsonaro

Governo do Estado de São Paulo

PUBLICIDADE

Bolsonaro defende reabertura dos comércios e escolas. Governadores são contrários.

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou, no Palácio dos Bandeirantes, nesta terça-feira, 25, que será realizada uma reunião entre todos os 27 governadores do País, virtualmente, entre 16h e 18h. O encontro não contará com a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, que criticou Estados e municípios que adotaram medidas de isolamento domiciliar.

Doria e Bolsonaro bateram boca, em reunião virtual com os governadores do Sudeste, na manhã de hoje. O governador paulista reclamou da postura do presidente, de chamar o coronavírus – que matou 46 pessoas no país – de gripezinha. O presidente rebateu que Doria tem interesse eleitoral em 2022 e não respeita a sua liderança.

Doria afirmou que, após a reunião da tarde, fará novo pronunciamento à imprensa. Em entrevista pela manhã, Bolsonaro defendeu que comércios e escolas retomem suas atividades imediatamente, deixando apenas os idosos em isolamento domiciliar. A posição contraria as orientações do Ministério da Saúde e da Organização Mundial da Saúde.

PUBLICIDADE

Tópicos
Compartilhe
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE