PUBLICIDADE

Julho foi o mês com menor criação de empregos em Arujá no ano

Foto: Aleksandarlittlewolf/Freepik
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Cidade não teve déficit no saldo de vagas em 2021

Levantamento do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia, revela que julho foi o mês com pior desempenho na geração de vagas. Por outro lado, a cidade manteve a escrita de não registrar déficit neste ano.

Em julho, Arujá teve 846 admissões e 761 desligamentos, com saldo 85. No ano, a cidade acumula saldo de 1.388 contratações.

Antes de julho, o mês com menor saldo positivo foi março, que teve 139 vagas criadas.

Dentre os 85 empregos criados no mês anterior, 39 foram no comércio, 33 na indústria e 27 nos serviços. O setor da construção civil registrou déficit de 16 vagas.

No Brasil, o superávit foi de 316 mil postos de trabalho formais. No acumulado do ano, o resultado é positivo em 1,8 milhão de empregos.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE