26.5 C
Arujá
sábado, novembro 28, 2020
Início Saúde #NovembroAzul é o mês de combate ao câncer de próstata
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

#NovembroAzul é o mês de combate ao câncer de próstata

- PUBLICIDADE -

Doença consiste no segundo tipo de câncer que mais acomete a população masculina no Brasil

O mês de novembro é marcado pelas ações do Novembro Azul, movimento mundial em prol da prevenção do câncer de próstata, o segundo tipo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Ainda segundo o Inca, 66 mil novos casos deverão surgir no triênio 2020-2022. Por esse motivo, o exame preventivo é fundamental para o diagnóstico precoce, que aumenta as chances de cura do paciente.

No entanto, muitos homens ainda deixam de fazer o exame de toque retal e se expõem aos riscos da doença por puro preconceito. É justamente para combater esse tabu que foi criado o Novembro Azul, uma forma de ampliar o debate que antes ficava mais concentrado no dia 17 de novembro, quando é celebrado o Dia Mundial de Combate do Câncer de Próstata.

Mas o que é a próstata? 

A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. É um órgão pequeno e se situa logo abaixo da bexiga e à frente do reto (parte final do intestino grosso). A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. Ela produz parte do sêmen, líquido espesso que contém os espermatozoides, liberado durante o ato sexual.

Em homens jovens, a próstata tem o tamanho de uma ameixa, mas seu tamanho cresce com o avançar da idade. Em alguns casos, no entanto, pode ocorrer um crescimento descontrolado.

Como consequência, o crescimento da próstata aperta a uretra, canal por onde passa a urina. Com isso, a pressão dificulta o esvaziamento da bexiga, trazendo sintomas que prejudicam a qualidade de vida dos homens.

“Os principais sintomas são o aumento da vontade de urinar, acordando no meio da noite, com um jato urinário mais fraco e fino, exigindo que faça mais força para começar a urinar”, explica o urologista Joaquim Claro, do Centro de Referência em Saúde do Homem.

Entretanto, isso não é regra. A doença pode ser sutil, como é o caso de Sebastião Barnabe, que só sentiu dificuldades para urinar após iniciar o tratamento. “Você pensa que está normal, mas depois que faz o tratamento, recebe o auxílio médico e os tratamentos, é possível perceber a diferença”, conta ele.

Mais de 50% dos homens que chegam para tratar o câncer de próstata já estão em estágio avançado, pois não fizeram a prevenção. 

“O diagnóstico precoce é fundamental, pois permite tratamentos menos agressivos e com altos índices de sucesso. Por isso, a indicação dos especialistas é que, a partir dos 50 anos, a realização de exames de rotina vire um compromisso para toda a população masculina”, destaca o urologista William Nahas.

Fazer o exame de toque é essencial. Para Claudio Murta, o problema do preconceito só atrapalha a prevenção de uma doença que é grave.

“Os cuidados com a saúde devem começar desde cedo, com acompanhamento na infância, adolescência e vida adulta. Mais do que desmistificar o preconceito do exame do toque retal, é importante que o homem mantenha hábitos saudáveis para tratar a doença de forma menos agressiva, com mais chances de cura”, ressalta o urologista.

Fatores de risco

No Brasil, a cada dez homens diagnosticados, nove têm mais de 55 anos. É importante tornar frequente a prevenção com exames a partir dos 45 anos. Outros fatores de risco são o histórico de câncer na família, sobrepeso e obesidade e o hábito de fumar.

Prevenção

Além de realizar exames de tempos em tempos, outros hábitos podem diminuir os riscos do câncer de próstata e de muitas outras doenças:

  • Manter uma alimentação saudável;
  • Praticar atividade física.;
  • Manter o peso corporal adequado;
  • Não fumar;
  • Evitar bebidas alcóolicas.
Error: Embedded data could not be displayed.

VEJA TAMBEM...

- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Mais lidas

Arujá registra três casos suspeitos de coronavírus

Entre os casos investigados, apenas um é de morador na cidade. A secretária municipal de Saúde, Carmem Pellegrino, informou...

Turma da Mônica lança cartilha sobre o uso de máscaras

Material explica a importância do uso do acessório Uma cartilha dos responsáveis pelas publicações da Turma da Mônica foi...

Arujá tem caso suspeito de coronavírus

Informação foi confirmada pela Secretaria Municipal de Saúde. A Secretaria de Saúde de Arujá monitora a primeira notificação suspeita...

Em Arujá, máscaras de mergulho evitam intubações de pacientes graves

Os equipamentos são fruto de doação da Secretaria de Saúde de Mogi das Cruzes As equipes da linha de...

Doria decide estender vacinação contra gripe para qualquer pessoa interessada

Estado deixa de priorizar os grupos de risco a partir de amanhã O Governo do Estado de São Paulo...
- PUBLICIDADE -