PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PM prende homem por agressão e cárcere privado contra mulher no Jordanópolis

Foto: Divulgação
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Suspeito ainda ofendeu policial com termo racista

A Polícia Militar (PM) prendeu um homem, na noite de domingo (18), suspeito de agredir e manter a mulher em cárcere privado, no Jordanópolis, em Arujá.

O agressor escondeu o celular da vítima, para que ela não pudesse pedir ajuda. Vizinhos chamaram a PM, que tiveram dificuldade em acessar o local. Eles só puderam entrar ao conseguir autorização do filho da vítima, que ouviu os gritos da mãe.

Na abordagem, o homem chamou um policial de “negro chifrudo”. Ele aceitou abrir a porta após ameaça de invasão pelos policiais.

O caso foi registrado na Delegacia de Arujá como violência doméstica, cárcere privado, injúria racial e vias de fato.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE