PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Posto de gasolina de Arujá é investigado por maior fraude em operação estadual

Foto: USP Imagens
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Operação Olhos de Lince, do Ipem, multou 63 postos de gasolina no Estado

O Ipem (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo) autuou um posto de gasolina em Arujá por irregularidades, na semana passada, durante a Operação Olhos de Lince. O local terá 10 dias para apresentar defesa ao instituto, que prevê multas de até R$ 1,5 milhão.

De acordo com o Ipem, na última quinta-feira (7), o Posto de Serviços Arujá Limitada, na rodovia Presidente Dutra, km 199, no bairro Portão, da bandeira Ale, possuía até 1.749 milímetros a menos a cada 20 litros de combustível fornecido aos consumidores. A bomba tinha ainda plano de selagem violado e “corpo estranho”. Ou seja, o motorista recebia menos combustível e pagava mais caro.

A falha do posto de Arujá foi a maior encontrada em 1.166 bombas de combustíveis verificadas em quatro dias. Segundo o Ipem, o material coletado será periciado em laboratório do instituto com emissão de laudo direcionado à Secretaria da Fazenda para cassação do cadastro no ICMS e também é enviado ao Ministério Público.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE