PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Prefeitura busca famílias de ex-internos de asilo clandestino

Foto: Divulgação/PMA
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Uma família já avisou que não tem como assumir os custos da pessoa

Após o fechamento de um asilo clandestino, na quarta-feira (24), a Prefeitura de Arujá procura as famílias dos internos. Por enquanto, dos oito que estavam no local, alguns familiares foram localizados para providenciar a busca da pessoa, uma família disse que não teria como assumir os cuidados e outras famílias ainda estavam sendo procuradas.

O estabelecimento não tinha nenhuma documentação, de acordo com a Vigilância Sanitária, e funcionava de maneira precária. Os fiscais só encontraram pão e água para a alimentação dos internos.

Segundo a gestão municipal, as pessoas localizadas, aparentando (embora sem comprovação) necessitarem de cuidados na área da saúde mental, foram acolhidas no Centro Dia do Idoso, onde foram examinadas por médico e onde tomariam a vacina contra a covid-19 por serem consideradas institucionalizadas e fazerem parte da primeira fase da campanha. Elas receberam roupas limpas e alimentação e estão sendo acompanhadas por profissionais da Saúde e Assistência Social.

Dos oito internos, apenas um era realmente de Arujá. Os demais têm familiares em outras cidades.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE