PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PRF bate recorde de apreensões de drogas em 2020

Foto: PRF

PUBLICIDADE

Muitas abordagens ocorreram no trecho de Arujá da rodovia Presidente Dutra

No ano em que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) investiu na missão de prestar um serviço de excelência à sociedade, os números apontam a eficácia das estratégias do órgão no combate à criminalidade e prevenção de acidentes nas rodovias federais de todo o país. Somam-se aos resultados de 2020, recordes de apreensões e consequente impacto na logística do crime organizado. Já os esforços voltados à segurança viária e educação para o trânsito resultaram em mais vidas preservadas com a queda de 6% no número de acidentes.

De janeiro a dezembro de 2020, a PRF deflagrou dezenas de operações da fronteira ao litoral do Brasil. O investimento em qualificação do efetivo, equipamentos, infraestrutura, tecnologia e inteligência policial resultou no aumento de apreensões, cujos números superam os registrados pela instituição nos anos de 2018 e 2019.

Em 2020, foram tiradas de circulação mais de 727 toneladas de maconha. O número é 123% maior que as apreensões de 2019 e 137% superior às de 2018, sendo apreendidas 324 e 306 toneladas da droga, respectivamente.  Na mesma tendência de crescimento seguiram as apreensões de cocaína, que teve um acréscimo de 25% em relação a 2019. Foram 30,3 toneladas no ano passado, contra 24 toneladas no ano anterior. Se comparado a 2018, as apreensões desse tipo de entorpecente subiram 66%.

PUBLICIDADE

Tópicos
Compartilhe

Veja também

SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE