PUBLICIDADE

Sem restrições, Estado de SP pode ter colapso de leitos de UTI em 22 dias

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Toque de restrição será adotado a partir de sexta-feira

A decisão do Governo do Estado de instituir o toque de restrição, entre 26 de fevereiro e 14 de março, das 23h às 5h, foi uma orientação do Centro de Contingência do Coronavírus do Estado de São Paulo. Há temor dos especialistas que haja colapso de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nos próximos 22 dias.

O coordenador do Centro de Contingência, Paulo Menezes, explicou que havia preocupação com as festas clandestinas durante o Carnaval. Ele avalia que as novas variantes do coronavírus, em especial a de Manaus, podem ser mais transmissíveis e causar maior lotação dos serviços de saúde.

Com mais de 6,2 mil pacientes internados em leitos de UTI Covid em todo o Estado, o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, alerta que as restrições são necessárias para garantir que haja redução de contágio e atendimento de qualidade para os infectados pelo coronavírus. “Houve colapso em outros Estados e países”, comentou.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE