PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Suzana Caraça promete criar Centro de Referência da Mulher na cidade

Foto: Republicanos/Divulgação
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Confira a entrevista com a candidata à Prefeitura de Arujá Suzana Caraça

A candidata à Prefeitura de Arujá, Suzana Caraça (Republicanos), defende uma série de ações na área da Saúde, como criação de um Centro de Referência da Mulher, aumento das equipes do Programa Saúde da Família e busca de recursos para custear o futuro Hospital Municipal de Arujá.

Professora da rede municipal de ensino, Suzana foi diretora escolar, além de ter sido fundadora da primeira escola rural da cidade.

Confira a entrevista que ela concedeu ao portal.

Arujá Repórter – Qual é o principal desafio de sua gestão, caso seja eleito?

O maior desafio da gestão vindoura caso seja eleita será manter o equilíbrio financeiro devido à pandemia e fazer um governo eficiente.

Suzana Caraça

Arujá Repórter – O Governo Federal enviou recursos para construção do Hospital Municipal de Arujá. O senhor pretende inaugurar o equipamento em qual ano e quais suas propostas para saúde?

O desafio de construir o hospital será enorme e o custeio disso também, mas buscaremos uma sinergia com os governos federal e estadual para gerir o equilíbrio do custeio e manutenção. Criaremos o Centro de Referência da Mulher, promoveremos o aumento do PSF – programa saúde da família implantaremos a telemedicina, implantaremos a farmácia comunitária 24 horas e centro laboratorial em diagnósticos.

Suzana Caraça

Arujá Repórter – Até o ano passado, Arujá tinha mais de 600 crianças na fila por creche. O número pode aumentar após a pandemia. Como resolver esse problema?

A demanda é crescente no município, e para atendê-las se necessário, firmaremos convênios/termos de parceria com instituições privadas ou do terceiro setor.

Suzana Caraça

Arujá Repórter – Os moradores da cidade reclamam dos problemas na iluminação pública. O que o candidato planeja para essa área?

Priorizar os locais necessários com a demanda de iluminação e reestruturar junto com a concessionária elétrica os equipamentos mais eficientes e econômicos já que o munícipe paga por este serviço.

Suzana Caraça

Arujá Repórter – Por causa da pandemia, Arujá conseguiu montar “bolhas” para receber competições oficiais de Basquete e Handebol. O que o senhor (a) pretende investir no esporte?

No esporte o nosso objetivo é implantar programa de atleta de alto rendimento, que representem a nossa cidade perante as competições regionais, estaduais, nacional e internacional.

Suzana Caraça

Arujá Repórter – É comum escutar arujaenses que reclamam de a cidade não ter shopping ou mais opções de lazer. Como garantir opções de lazer para os moradores, sem que eles precisem ir para outras cidades?

Estamos numa área de proteção ambiental, mas isso não impede que avancemos neste setor, estruturando nosso plano diretor e mudando as leis que impedem o desenvolvimento. Criaremos espaços de integração dos artistas arujaenses voltados para exposição de suas artes.

Suzana Caraça

Arujá Repórter – Mais de mil arujaenses perderam os empregos durante a pandemia do novo coronavírus. Como fomentar a criação de novos postos de trabalho no município?

Para a fomentação dos novos postos de trabalho daremos atenção aos setores produtivos do nosso município, seja, comercial, industrial e serviços revendo as alíquotas junto ao governo estadual e federal para atrair novos investidores.

Suzana Caraça

Arujá Repórter – Arujá é conhecida como Cidade-Natureza. O que o senhor (a) planeja executar na área ambiental?

amos estruturar a malha viária do município, implantar o plano de resíduos sólidos e criação de diversos “ecopontos” e fazer cumprir a política nacional dos resíduos sólidos instituída pela lei 12305/2010.

Suzana Caraça

Arujá Repórter – A Operação Soldi Sporchi revelou grande influência de traficantes famosos em Arujá. Como melhorar a sensação de segurança na cidade?

A segurança é função do estado e união, mas nem por isso o município ficará omisso. Implantaremos um centro de operações integradas por meio de estrutura predial, recursos humanos e de inteligência por meio de tecnologias em gestão em segurança pública, com base em dados e estatísticas e um corpo multidisciplinar de agentes de segurança para reduzir os índices de criminalidade e socorro às vítimas.

Suzana Caraça

Arujá Repórter – Qual é a sua mensagem final para os arujaenses antes da eleição?

Que todo arujaense reflita no seu candidato não por emoção ou apadrinhamento, mas com consciência e coerência. Desta maneira erradicaremos a mazelas que aparecem por aí.

Suzana Caraça
Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE