PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Um ano após demissão em massa, Mahle prevê PLR de R$ 3,4 mil a funcionários

Foto: Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Indústria possui cerca de 600 trabalhadores

Importante fabricante de sistemas de refrigeração automotiva, a Mahle, no Mirante, passou por apuros na pandemia do coronavírus em junho do ano passado, quando teve que demitir mais de 200 funcionários. Agora, a empresa está em uma situação melhor.

Após negociação do Sindicato dos Metalúrgicos de Guarulhos e Região, os trabalhadores da Mahle aprovaram em assembleia nesta terça-feira (22) a Participação nos Lucros e/ou Resultados da empresa. Com aumento de 126% em relação ao ano passado, valor pode chegar a R$ 3,4 mil, conforme as metas.

“A empresa tem cerca de 600 funcionários. Sem a Comissão dos Trabalhadores nas reuniões, não chegaríamos a essa grande vitória”, contou o vice-presidente do sindicato, Josinaldo José de Barros.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE