PUBLICIDADE

Um dos sequestradores de paquistanês é preso em Arujá

Foto: Divulgação/SSP
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Vítima permaneceu no poder de quadrilha por 16 dias

A Polícia Civil prendeu mais dois autores do sequestro de um paquistanês, ocorrido no início do ano. Um terceiro envolvido no caso, que já estava detido por outros crimes, também foi responsabilizado. A ação ocorreu na manhã desta segunda-feira (26), durante uma operação deflagrada pelo Departamento de Operações Especiais de Polícia (Dope). Um sequestrador foi detido em Arujá, enquanto outro estava na capital paulista.

Na ocasião do sequestro, em 20 de janeiro, o paquistanês estava em sua residência quando foi arrebatada por três homens e mantida em cativeiro. Cinco dias depois, os suspeitos ligaram para o tio do paquistanês pedindo US$ 46.000,00 para o resgate e a equipe da 1ª Delegacia Antissequestro foi comunicada sobre o crime.

Imediatamente a especializada iniciou as investigações e conseguiu identificar um dos envolvidos, que foi detido juntamente com sua companheira quando saíam de um bar na rua Vicente Strichalsky, na cidade de São Paulo. Com o homem foi encontrado um revólver calibre 38 e na delegacia ele informou a localização da vítima, que foi libertada pelos policiais de um cativeiro na avenida Alda, em Diadema, no dia 4 de fevereiro – 16 dias depois do sequestro.

Mesmo com a prisão do casal, os agentes prosseguiram com as investigações e identificaram mais quatro autores, conseguindo junto à Justiça mandados de prisão temporária e de busca e apreensão contra eles.

As ordens judiciais foram cumpridas hoje (26) durante uma operação. Como resultado, dois homens foram capturados e um terceiro mandado cumprido no sistema prisional, já que um dos identificados já se encontrava preso por outros motivos. O quarto homem não foi localizado e diligências são realizadas a fim de detê-lo.

Os autores respondem por extorsão mediante sequestro e um deles também por porte ilegal de arma.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE