PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Vereador propõe inclusão de assistentes sociais na vacinação contra covid-19

Foto: Imprensa/CMA
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Parlamentar entregou ofício ao prefeito com pedido para priorizar profissionais da área social

O vereador Luiz Fernando Alves de Almeida (PSDB) propôs a inclusão dos profissionais da área de assistência social e do Fundo Social de Solidariedade no grupo prioritário de vacinação contra a covid-19. O pedido foi feito por meio de ofício (8/2021) e entregue nesta segunda-feira (29) diretamente ao prefeito Luís Camargo (PSD).

No documento, o parlamentar recomenda prioridade a estes funcionários públicos, pois eles também estão na linha de frente de combate à pandemia. “Pensando na segurança e relevância dos serviços desses profissionais, que se arriscam todos os dias em visitas e atendimentos presenciais nos domicílios – além daqueles realizados com pessoas em situação de rua – é que solicitamos que o grupo seja urgentemente incluído na programação das vacinas no nosso município”, explicou o parlamentar.

Além disso, a crise econômica causada pela pandemia tem aumentado a pobreza e a vulnerabilidade de milhares de famílias, exigindo a atuação ainda mais efetiva e frequente das áreas sociais dos governos.

A solicitação de Luiz Fernando também se baseia em nota técnica do governo federal que dá autonomia ao município para definir seus grupos prioritários.

Até esse momento, os municípios paulistas têm seguido o plano de imunização proposto pelo governo estadual. Desde fevereiro, já foram vacinados profissionais da área de saúde, indígenas, quilombolas e idosos – até a faixa etária entre 69 e 71 anos. Mais recentemente, a Secretaria Estadual de Saúde anunciou que fará a imunização de servidores das áreas de segurança pública, administração penitenciária e educação.

Com apoio do Legislativo, a Prefeitura de Arujá foi autorizada a integrar consórcio nacional dos Municípios para aquisição de vacinas.

Atualmente, 47 servidores estão na linha de frente do trabalho assistencial, ou seja, em contato direto com os assistidos diariamente por meio do Fundo Social e da secretaria, conforme informou a Assessoria de Gabinete Parlamentar.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE