26.5 C
Arujá
quarta-feira, novembro 25, 2020
Error: Embedded data could not be displayed.
Início Política Ana Poli garante fim dos problemas de iluminação de Arujá no início...
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Ana Poli garante fim dos problemas de iluminação de Arujá no início de 2021

- PUBLICIDADE -

Candidata do PL concedeu entrevista ao Arujá Repórter

Vereadora pelo sexto mandato, Ana Poli (PL) disputa a Prefeitura de Arujá pela primeira vez. Uma das suas metas, caso seja eleita, é fazer uma licitação da iluminação pública para resolver esse problema constante da cidade nos primeiros meses de governo.

Ana Poli tem o apoio do ex-prefeito Abel Larini (PL). Ela defende ainda a construção do Hospital Municipal de Arujá, que possa se tornar Hospital Universitário, além de um Centro de Diagnósticos focado no atendimento às mulheres.

Confira a entrevista dela ao Arujá Repórter.

Arujá Repórter – Qual é o principal desafio de sua gestão, caso seja eleita?

Ana Poli – O principal desafio é limpar o nome de Arujá nas mídias diante de tantos fatos negativos, colocar a cidade de Arujá entre as melhores do Estado (que é o lugar onde o município deve estar), implantando uma gestão 4.0 que é um estilo de administração que utiliza a inteligência e a  tecnologia, conectada com o cidadãos arujaenses, quero reestruturar o Portal da Transparência da Prefeitura deixando bem mais simples de consultar, com muito mais conteúdo e com o principal objetivo a transparência.

Arujá Repórter – O Governo Federal enviou recursos para construção do Hospital Municipal de Arujá. A senhora pretende inaugurar o equipamento em qual ano e quais suas propostas para saúde?

Ana Poli – O Hospital Municipal é um sonho prestes a ser realizado. Quero que seja inaugurado em um prazo mínimo possível, pois a saúde não pode esperar. Tenho como proposta mantê-lo, através de parcerias com o Governo Federal ou Estadual, realizando convênio com universidades e instituições, tornando-o Hospital-Universitário. Quero implantar um Centro de Diagnósticos com espaço especifico para atendimento à mulher, além de contratar especialistas para que as pessoas não precisem sair do município para fazer consulta ou exames básicos, acho isso desumano.

Arujá Repórter – Até o ano passado, Arujá tinha mais de 600 crianças na fila por creche. O número pode aumentar após a pandemia. Como resolver esse problema?

Ana Poli – Para gerar novas vagas será necessário a construção e ampliação de CMEIs. Já há obra iniciada para a construção de uma creche no Barreto, na rua Deolinda. Irei acelerar essa obra. A parceria com instituições como Acalanto também é uma opção para que ajude com esse problema. Outra estratégia é a geração de vagas em escolas particulares, poderá ajudar também a suprir a falta de vagas na cidade.

Arujá Repórter – Os moradores da cidade reclamam dos problemas na iluminação pública. O que a candidata planeja para essa área?

Ana Poli – A falta de iluminação pública gera insegurança na cidade, nos primeiros meses de gestão isso deverá ser resolvido. Devemos contratar uma empresa por meio de licitação para realizar a manutenção da iluminação pública. Criaremos novos canais de comunicação de atendimento exclusivo para a população realizar solicitações, seja por telefone, aplicativo ou internet, com prazo para resolução do problema é de até 48 horas. Utilizar os recursos para expansão de rede em vias que não tem iluminação, bem como substituir as lâmpadas antigas por modernas e econômicas, como LED.

Arujá Repórter – Por causa da pandemia, Arujá conseguiu montar “bolhas” para receber competições oficiais de Basquete e Handebol. O que a senhora pretende investir no esporte?

Ana Poli – Criar o conselho e o Fundo Municipal de Esportes. Expandir o PROMESP, por mais bairros e proporcionar mais modalidades esportivas a disposição da população. Cobrir e reformar todas as quadras do município. Colocar grama sintética nos campos municipais. Iluminar o Estádio Municipal Armando Maiolino, para jogos a noite. Instalar piscina aquecida na Praça da Juventude e no Complexo Calango, no Jardim Emília. Dar condições para as equipes em nível de competição, para disputar campeonatos e torneios fora do município. Investir na prática de modalidades diversas, como atletismo e artes marciais. Ampliar, reformar e criar novas academias ao livre e espaços kids, com equipamentos de acessibilidade, implantar o projeto 3ª idade em movimento incluindo os idosos na prática esportiva. Criação de novas ciclovias e ciclo faixas além de projeto para apoio aos ciclistas de alta performance da cidade.

Arujá Repórter – É comum escutar arujaenses que reclamam de a cidade não ter shopping ou mais opções de lazer. Como garantir opções de lazer para os moradores, sem que eles precisem ir para outras cidades?

Ana Poli – A questão de shopping, trata-se de questão particular; temos que fomentar e incentivar o Desenvolvimento Econômico, de forma que possa chamar atenção de empreendedores de grande porte, para dentro do município. Temos a Rodovia Presidente Dutra e o Rodoanel que são peças importantes de incentivo para empreendedores de grande porte. A questão de lazer, vai de cultura ao turismo. Arujá tem um grande bolsão verde na área Norte que pode ser explorado de forma sustentável e responsável, utilizando todas as cautelas ambientais. Temos que efetivar a implantação de parques nos quatro pontos da cidade; temos um grande potencial turístico e temos que explorar essa vertente, que naturalmente trará novas opções de lazer.

Arujá Repórter – Mais de mil arujaenses perderam os empregos durante a pandemia do novo Corona vírus. Como fomentar a criação de novos postos de trabalho no município?

Ana Poli – Desburocratizar e acelerar a abertura e regularização das empresas, com sistema 100% online, Rede SIM/Via Rápido Empresa, permitindo o licenciamento em até 48 horas nas de baixo risco. Também implantar um programa de incentivo fiscal para a atração e expansão empresas já instaladas em Arujá. Impulsionar o agro ecoturismo, respeitando e protegendo totalmente as áreas de mananciais, colocando Arujá na rota de cidades ecoturísticas, com foco na economia verde e criativa, gerando emprego e renda nas áreas do turismo e cultura. Reformular o Espaço do Empreendedor com total suporte aos empreendedores e empresários locais e à atração de novos investidores. Criar um Programa para Capacitação Permanente do Trabalhador com cursos técnicos. Firmar parceria com outras instituições como SENAI/ONGs. Modernizar o PAT com parceria direta com as empresas para divulgação de vagas por meio de aplicativo.

Arujá Repórter – Arujá é conhecida como Cidade-Natureza. O que a senhora planeja executar na área ambiental?

Ana Poli – Precisamos melhorar a estruturação da Secretaria, equipe técnica, veículos e tecnologia. Criar e implantar mais parques, como o Parque dos Ipês, para uso urbano com atividades ambientais, de lazer, esporte e cultura, Parque Ester Cantissani, Parque Estancia Arujá para visitação com trilhas para educação ambiental, Parque Jardim Ângelo, área do lado da Câmara, implantando um Centro de vivencias ambientais e culturais e do bem-estar animal. Também é importante a criação da GCM Ambiental para fiscalização e controle de desmatamentos, implantação de Departamento de gestão de resíduos, Ecopontos, área de transbordo e triagem de resíduos da construção civil e usina de Beneficiamento; fortalecimento da Cooperativa de catadores, fazendo contratações como prestadores de serviços, projeto de valorização do turismo ecológico, criando trilhas para bikes com identificação de pontos para contemplação.

Arujá Repórter – A Operação Soldi Sporchi revelou grande influência de traficantes famosos em Arujá. Como melhorar a sensação de segurança na cidade?

Ana Poli – Investir pesado em câmeras de monitoramento e melhores condições para a Guarda Civil Municipal. Criar o CIS, Centro de Integração de Segurança. Espaço totalmente moderno, com estruturas para agrupar todas as forças de segurança do município, tais como a GCM, PM, Corpo de Bombeiros, Departamento Trânsito, entre outras, para monitorar o município 24 horas por dia.

Arujá Repórter – Qual é a sua mensagem final para os arujaenses antes da eleição?

Ana Poli – Povo arujaense, não troque o certo pelo duvidoso, não votem em quem não tem experiência, voto é confiança, faça o seu valer a pena, vote em quem vocês conhecem, que sabe da honestidade, transparência e caráter. Há mais de 30 anos na política nunca me envolvi em nada errado, prezo pelo certo, pelo bem da população, sou uma política que sempre foi e continuará sendo acessível. Sempre atendi a todos em meu Gabinete e na Prefeitura. Caso eu seja eleita não será diferente. Irei trabalhar muito para melhorar nossa cidade, precisamos que os arujaenses tenham uma boa qualidade de vida, e que sejamos uma cidade bem desenvolvida, moderna e sem corrupção. Irei honrar cada voto.

Error: Embedded data could not be displayed.

VEJA TAMBEM...

- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Mais lidas

Ex-secretário faz depoimento bombástico contra gestões Zé Luiz e Abel Larini

Ricardo Moscovich aponta irregularidades em contratos da Prefeitura A CEI (Comissão Especial de Inquérito) da Câmara de Arujá que...

Saiba quem são os nove candidatos à Prefeitura de Arujá

Crise política faz cidade bater recorde de prefeituráveis em uma eleição O xadrez eleitoral está formado em Arujá. Foram...

Câmara de Arujá sugere fim da Festa das Nações em 2020

Prefeitura tiraria dinheiro do evento para financiar famílias carentes de Arujá. Em reunião com o prefeito José Luiz Monteiro...

Novo Hospital de Arujá deve ficar pronto em 2022

Prefeitura e Caixa Econômica Federal assinaram o contrato nesta sexta-feira O prefeito de Arujá, José Luiz Monteiro (MDB), assinou...

Vereadores de Arujá descartam reduzir salários durante a pandemia

Medida foi adotada em outros legislativos do Estado A Câmara de Arujá não realizou redução nos subsídios de vereadores...
- PUBLICIDADE -