26.5 C
Arujá
domingo, fevereiro 28, 2021
Início Política Ana Poli garante fim dos problemas de iluminação de Arujá no início...
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Ana Poli garante fim dos problemas de iluminação de Arujá no início de 2021

- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Candidata do PL concedeu entrevista ao Arujá Repórter

Vereadora pelo sexto mandato, Ana Poli (PL) disputa a Prefeitura de Arujá pela primeira vez. Uma das suas metas, caso seja eleita, é fazer uma licitação da iluminação pública para resolver esse problema constante da cidade nos primeiros meses de governo.

Ana Poli tem o apoio do ex-prefeito Abel Larini (PL). Ela defende ainda a construção do Hospital Municipal de Arujá, que possa se tornar Hospital Universitário, além de um Centro de Diagnósticos focado no atendimento às mulheres.

Confira a entrevista dela ao Arujá Repórter.

Arujá Repórter – Qual é o principal desafio de sua gestão, caso seja eleita?

Ana Poli – O principal desafio é limpar o nome de Arujá nas mídias diante de tantos fatos negativos, colocar a cidade de Arujá entre as melhores do Estado (que é o lugar onde o município deve estar), implantando uma gestão 4.0 que é um estilo de administração que utiliza a inteligência e a  tecnologia, conectada com o cidadãos arujaenses, quero reestruturar o Portal da Transparência da Prefeitura deixando bem mais simples de consultar, com muito mais conteúdo e com o principal objetivo a transparência.

Arujá Repórter – O Governo Federal enviou recursos para construção do Hospital Municipal de Arujá. A senhora pretende inaugurar o equipamento em qual ano e quais suas propostas para saúde?

Ana Poli – O Hospital Municipal é um sonho prestes a ser realizado. Quero que seja inaugurado em um prazo mínimo possível, pois a saúde não pode esperar. Tenho como proposta mantê-lo, através de parcerias com o Governo Federal ou Estadual, realizando convênio com universidades e instituições, tornando-o Hospital-Universitário. Quero implantar um Centro de Diagnósticos com espaço especifico para atendimento à mulher, além de contratar especialistas para que as pessoas não precisem sair do município para fazer consulta ou exames básicos, acho isso desumano.

Arujá Repórter – Até o ano passado, Arujá tinha mais de 600 crianças na fila por creche. O número pode aumentar após a pandemia. Como resolver esse problema?

Ana Poli – Para gerar novas vagas será necessário a construção e ampliação de CMEIs. Já há obra iniciada para a construção de uma creche no Barreto, na rua Deolinda. Irei acelerar essa obra. A parceria com instituições como Acalanto também é uma opção para que ajude com esse problema. Outra estratégia é a geração de vagas em escolas particulares, poderá ajudar também a suprir a falta de vagas na cidade.

Arujá Repórter – Os moradores da cidade reclamam dos problemas na iluminação pública. O que a candidata planeja para essa área?

Ana Poli – A falta de iluminação pública gera insegurança na cidade, nos primeiros meses de gestão isso deverá ser resolvido. Devemos contratar uma empresa por meio de licitação para realizar a manutenção da iluminação pública. Criaremos novos canais de comunicação de atendimento exclusivo para a população realizar solicitações, seja por telefone, aplicativo ou internet, com prazo para resolução do problema é de até 48 horas. Utilizar os recursos para expansão de rede em vias que não tem iluminação, bem como substituir as lâmpadas antigas por modernas e econômicas, como LED.

Arujá Repórter – Por causa da pandemia, Arujá conseguiu montar “bolhas” para receber competições oficiais de Basquete e Handebol. O que a senhora pretende investir no esporte?

Ana Poli – Criar o conselho e o Fundo Municipal de Esportes. Expandir o PROMESP, por mais bairros e proporcionar mais modalidades esportivas a disposição da população. Cobrir e reformar todas as quadras do município. Colocar grama sintética nos campos municipais. Iluminar o Estádio Municipal Armando Maiolino, para jogos a noite. Instalar piscina aquecida na Praça da Juventude e no Complexo Calango, no Jardim Emília. Dar condições para as equipes em nível de competição, para disputar campeonatos e torneios fora do município. Investir na prática de modalidades diversas, como atletismo e artes marciais. Ampliar, reformar e criar novas academias ao livre e espaços kids, com equipamentos de acessibilidade, implantar o projeto 3ª idade em movimento incluindo os idosos na prática esportiva. Criação de novas ciclovias e ciclo faixas além de projeto para apoio aos ciclistas de alta performance da cidade.

Arujá Repórter – É comum escutar arujaenses que reclamam de a cidade não ter shopping ou mais opções de lazer. Como garantir opções de lazer para os moradores, sem que eles precisem ir para outras cidades?

Ana Poli – A questão de shopping, trata-se de questão particular; temos que fomentar e incentivar o Desenvolvimento Econômico, de forma que possa chamar atenção de empreendedores de grande porte, para dentro do município. Temos a Rodovia Presidente Dutra e o Rodoanel que são peças importantes de incentivo para empreendedores de grande porte. A questão de lazer, vai de cultura ao turismo. Arujá tem um grande bolsão verde na área Norte que pode ser explorado de forma sustentável e responsável, utilizando todas as cautelas ambientais. Temos que efetivar a implantação de parques nos quatro pontos da cidade; temos um grande potencial turístico e temos que explorar essa vertente, que naturalmente trará novas opções de lazer.

Arujá Repórter – Mais de mil arujaenses perderam os empregos durante a pandemia do novo Corona vírus. Como fomentar a criação de novos postos de trabalho no município?

Ana Poli – Desburocratizar e acelerar a abertura e regularização das empresas, com sistema 100% online, Rede SIM/Via Rápido Empresa, permitindo o licenciamento em até 48 horas nas de baixo risco. Também implantar um programa de incentivo fiscal para a atração e expansão empresas já instaladas em Arujá. Impulsionar o agro ecoturismo, respeitando e protegendo totalmente as áreas de mananciais, colocando Arujá na rota de cidades ecoturísticas, com foco na economia verde e criativa, gerando emprego e renda nas áreas do turismo e cultura. Reformular o Espaço do Empreendedor com total suporte aos empreendedores e empresários locais e à atração de novos investidores. Criar um Programa para Capacitação Permanente do Trabalhador com cursos técnicos. Firmar parceria com outras instituições como SENAI/ONGs. Modernizar o PAT com parceria direta com as empresas para divulgação de vagas por meio de aplicativo.

Arujá Repórter – Arujá é conhecida como Cidade-Natureza. O que a senhora planeja executar na área ambiental?

Ana Poli – Precisamos melhorar a estruturação da Secretaria, equipe técnica, veículos e tecnologia. Criar e implantar mais parques, como o Parque dos Ipês, para uso urbano com atividades ambientais, de lazer, esporte e cultura, Parque Ester Cantissani, Parque Estancia Arujá para visitação com trilhas para educação ambiental, Parque Jardim Ângelo, área do lado da Câmara, implantando um Centro de vivencias ambientais e culturais e do bem-estar animal. Também é importante a criação da GCM Ambiental para fiscalização e controle de desmatamentos, implantação de Departamento de gestão de resíduos, Ecopontos, área de transbordo e triagem de resíduos da construção civil e usina de Beneficiamento; fortalecimento da Cooperativa de catadores, fazendo contratações como prestadores de serviços, projeto de valorização do turismo ecológico, criando trilhas para bikes com identificação de pontos para contemplação.

Arujá Repórter – A Operação Soldi Sporchi revelou grande influência de traficantes famosos em Arujá. Como melhorar a sensação de segurança na cidade?

Ana Poli – Investir pesado em câmeras de monitoramento e melhores condições para a Guarda Civil Municipal. Criar o CIS, Centro de Integração de Segurança. Espaço totalmente moderno, com estruturas para agrupar todas as forças de segurança do município, tais como a GCM, PM, Corpo de Bombeiros, Departamento Trânsito, entre outras, para monitorar o município 24 horas por dia.

Arujá Repórter – Qual é a sua mensagem final para os arujaenses antes da eleição?

Ana Poli – Povo arujaense, não troque o certo pelo duvidoso, não votem em quem não tem experiência, voto é confiança, faça o seu valer a pena, vote em quem vocês conhecem, que sabe da honestidade, transparência e caráter. Há mais de 30 anos na política nunca me envolvi em nada errado, prezo pelo certo, pelo bem da população, sou uma política que sempre foi e continuará sendo acessível. Sempre atendi a todos em meu Gabinete e na Prefeitura. Caso eu seja eleita não será diferente. Irei trabalhar muito para melhorar nossa cidade, precisamos que os arujaenses tenham uma boa qualidade de vida, e que sejamos uma cidade bem desenvolvida, moderna e sem corrupção. Irei honrar cada voto.

VEJA TAMBEM...

Siga o Arujá Reporter

12,894FãsCurtir
48SeguidoresSeguir
35InscritosInscrever
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Mais lidas

- PUBLICIDADE -