PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Atuação de Ana Poli garante maior proteção às mulheres arujaenses

Imprensa/CMA

PUBLICIDADE

Vereadora aprovou projeto que impede contratação de comissionados condenados pela Lei Maria da Penha.

Mulher de garra. Essa é a vereadora Ana Poli (PL), que está no sexto mandato na Câmara de Arujá e tem focado sua atuação na defesa dos menos favorecidos e, em especial, na ampliação dos direitos das mulheres arujaenses. Exemplo disso é a aprovação de projeto de lei em fevereiro que proíbe Prefeitura e Câmara de contratarem funcionários comissionados que tenham sido condenados pela Lei Maria da Penha, e que não cabem mais recursos. 

Para este Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, Ana Poli comemora a aprovação do projeto. “A Lei Maria da Penha é um grande avanço. É um fortalecimento da segurança das mulheres”, avalia. Na opinião dela, o poder público precisa dar exemplo e, neste aspecto, não é possível aceitar um funcionário público que tenha agredido uma mulher. O projeto foi aprovado por unanimidade pelos vereadores, entre os presentes.

Ana Poli propôs a medida para punir homens agressores por que sabe que, infelizmente, essa é uma realidade que ainda atinge Arujá. Dados do CREAS (Centro de Referência da Assistência Social) apontam que, entre janeiro e julho do ano passado, 13 mulheres de Arujá foram vítimas de violência doméstica. Em 2018, foram 32 ocorrências do crime.

Segurança para as mulheres

Ciente da necessidade de garantir a maior proteção às mulheres, Ana Poli tem acompanhado de perto as ações para instalação de uma Delegacia da Mulher em Arujá ou um espaço reservado ao atendimento. “Fui conferir pessoalmente o espaço na Delegacia, que foi adequado para tal finalidade e está muito bom, apenas estando aguardando providências internas.” 

Em seu mandato, a vereadora demonstra sensibilidade com as mulheres vítimas de violência. Por essa razão, tem cobrado a Prefeitura de Arujá, desde 2017, para implantar o referido espaço, pois às mesmas não é aconselhável ficarem expostas diante da situação, que é constrangedora. Ainda em conjunto com os outros vereadores, propôs alteração da Comissão Permanente da Criança e Adolescente, para incluir na mesma Mulheres e Idosos, passando a mesma a constar da seguinte forma: Mulheres, Idosos, Criança e Adolescente. 

Na gestão passada implantou o Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres e, com isso, Arujá realizou a 1ª Conferência Municipal dos Direitos das Mulheres, possibilitando assim, as propostas chegarem no Estado e também em Brasília.

Saúde é prioridade

Outra vitória de Ana Poli em prol das mulheres aconteceu no ano passado, com ajuda do deputado estadual André do Prado. Ela pediu ao parlamentar que o programa Mulheres de Peito, que realiza exames de mamografia gratuitamente, pudesse ir para Arujá. Em julho de 2019, a iniciativa do Governo do Estado ajudou mais de 700 mulheres arujaenses. Para este ano, ela já reiterou o pedido ao deputado.

Em setembro, ela também propôs um projeto de lei que garante a aplicação de Testes de Triagem de Autismo em todas as crianças que forem atendidas nas Unidades Básicas de Saúde de Arujá. Isso representará um avanço, pois o mesmo poderá ser diagnosticado de maneira precoce e, assim, o tratamento tornará mais eficaz.

Experiência em prol dos arujaenses

Vereadora pelo sexto mandato, Ana Poli é bacharel em Ciências Contábeis pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC) e pós-graduada em Controladoria Estratégica pela Universidade São Judas Tadeu. Possui também Licenciatura para Técnico em Contabilidade, Matemática e também é Pedagoga.  Lecionou no Estado e também por um período em Ensino  Superior. 

Com mais de 30 anos de serviços públicos prestados em Arujá, ela é uma referência dentro da política entre as mulheres de Arujá e é constantemente questionada sobre uma possível candidatura à Prefeitura. No momento, não descarta essa possibilidade. “Quero contribuir, cada vez mais, pelo futuro da minha querida cidade”, conclui.

PUBLICIDADE

Tópicos
Compartilhe
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE