PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Câmara aprova contas do prefeito José Luiz Monteiro

Wellington Alves

PUBLICIDADE

Maioria dos vereadores manteve decisão do Tribunal de Contas.

Os vereadores de Arujá aprovaram, na tarde desta quarta-feira, 19, as contas de 2017 do prefeito José Luiz Monteiro. O resultado mantém a decisão do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP), que aprovou o orçamento da Prefeitura, com ressalvas.

Dos 15 vereadores, dez aprovaram as contas. Em 2017, a gestão municipal teve superávit de R$ 23 milhões, mas recebeu várias críticas do tribunal. O tema foi alvo de debate entre os vereadores. Renato Caroba destacou que há diversas falhas nas políticas públicas. “Sobra dinheiro, mas faltam serviços. Meta do Ideb não foi atingida. As repartições públicas não têm AVCB ou alvará de funcionamento. Faltam equipes de acompanhamento de ações. Não tem trabalho com dependentes químicos”, reclama.

A vereador Cris do Barreto disse que o Tribunal de Contas deveria fazer uma pesquisa com a população de Arujá. Já o vereador Castelo Alemão votou a favor das contas, alegando que os problemas do governo se referem a “herança do prefeito Abel Larini”, como dívida de R$ 5 milhões. 

O vereador Abel Larini, filho de Abel Larini, enalteceu que a responsabilidade do orçamento de 2017 é de responsabilidade do prefeito. “Se tem problemas no governo é do prefeito José Luiz Monteiro. 

A aprovação das contas pelo TCE e pela Câmara autorizam que José Luiz Monteiro dispute, caso queira, a reeleição em outubro. A tendência, contudo, é que ele apoie a candidatura do secretário de Governo, Leandro Larini.

PUBLICIDADE

Tópicos
Compartilhe
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE