PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Câmara aprova regulamentação de ambulantes e exclui bebidas alcoólicas

Wellington Alves

PUBLICIDADE

Vereadores do PT querem novo projeto para ser votado neste ano.

Em sessão extraordinária nesta quarta-feira, 8, os vereadores de Arujá aprovaram o projeto de lei que regulamenta o trabalho dos ambulantes na cidade. O texto segue para o prefeito José Luiz Monteiro, para ser regulamentado. A principal polêmica ficou pela proibição dos camelôs venderem bebidas alcoólicas, o que era desejado por alguns parlamentares.

O vereador Renato Bispo Caroba (PT), por exemplo, afirmou que irá apresentar um novo projeto de lei para permitir a venda de bebidas alcoólicas nas ruas de Arujá. “É uma hipocrisia total essa proibição de um produto que é lícito no país”, comentou. A opinião foi compartilhada pelo vereador Rogério da Padoca (PT). “Até a regulamentação pela Prefeitura podemos fazer alterações”, contou.

Ex-secretário de Desenvolvimento Econômico de Arujá, o vereador Júlio do Kaikan (PSDB) explicou que nenhum local do país permite a venda de bebidas alcoólicas por ambulantes. Ainda assim, ele acredita que a Câmara pode avançar na discussão pela venda de cerveja em lata, já que garrafas em vidro poderiam ser utilizadas para violência.

De acordo com Júlio, que ajudou na elaboração do projeto quando estava na Prefeitura, a regulamentação é uma vitória para os ambulantes, que poderão trabalhar na cidade de forma legalizada. 

PUBLICIDADE

Tópicos
Compartilhe
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE