PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Camargo é eleito secretário do Condemat

Diretoria do Condemat
Foto: Divulgação

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Mandato vale para o ano de 2024

Após ser vice-presidente do Condemat (Consórcio de Desenvolvimento dos Municípios do Alto Tietê) em 2023, o prefeito de Arujá, Luis Camargo (PSD), foi eleito secretário do órgão para o próximo ano.

O prefeito de Salesópolis, Vanderlon Gomes, é o presidente eleito do consórcio e vai substituir o prefeito de Mogi das Cruzes, Caio Cunha. Além de ser a primeira vez que um administrador de Salesópolis assume a cadeira da presidência, Gomes será o primeiro prefeito de uma cidade com menos de 20 mil habitantes a assumir a condução do consórcio.

Vanderlon e Camargo serão empossados no cargo em 2 de janeiro, junto com o vice-presidente, Rodrigo Ashiuchi, prefeito de Suzano; o primeiro tesoureiro, José Luiz Eroles Freire, prefeito de Guararema; e o segundo tesoureiro, Elzo Elias de Souza, prefeito de Igaratá.

Já o prefeito de Guarulhos, Guti, presidirá o Conselho Fiscal, com apoio dos membros Carlos Alberto Taino Junior, de Biritiba Mirim, Priscila Gambale, de Ferraz de Vasconcelos, Walid Ali Hamid, de Mairiporã, e Adriano Levorin, de Santa Branca. Os demais prefeitos integram o Conselho dos Prefeitos.

Na lista de prioridades da nova gestão está a implantação da Rota Caipira, a atração de novas cidades ao consórcio, a implantação do Serviço de Inspeção Municipal, e outras iniciativas que fomentem o desenvolvimento econômico.

Atualmente, o consórcio que é reconhecido pela sua atuação e representatividade, possui mais de 10 parcerias e acordos de cooperação técnica vigentes em diversas áreas, como saúde, turismo, arquitetura e engenharia, educação e sustentabilidade. Entre as ações, os setores de saúde e a assistência social desempenham um importante papel.

Além do convênio que mantém com a AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente), o Condemat responde por cinco Residências Terapêuticas, um Serviço de Acolhimento para Mulheres Vítimas de Violência, uma Residência Inclusiva e uma República para Jovens.

Por estar inserida em uma área de mananciais e ser endereço do Cinturão Verde de São Paulo, a sustentabilidade é prioridade do Condemat, que conta com uma Usina de Resíduos da Construção Civil e é o consórcio que mais habilitou projetos junto ao Fehidro. O Estudo da Disponibilidade Hídrica para Agricultura, que teve um investimento de R$ 1,5 milhão, está em sua fase final e agora, o consórcio acaba de assinar dois contratos na ordem de R$ 8,3 milhões que serão destinados para a elaboração do Plano Regional de Drenagem e realização da Capacitação de Boas Práticas Agrícolas.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.

Tópicos
Compartilhe

Veja também

SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI.