PUBLICIDADE

Casarão das Artes divulga programação online do Pontos MIS

Prefeitura de Arujá
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Atividades são gratuitas e ocorrem de forma online pela plataforma do MIS no Vimeo e no Youtube

As próximas atividades do Programa Pontos MIS, do Governo do Estado de São Paulo, foram divulgadas pelo Casarão das Artes, da Secretaria de Cultura e Turismo de Arujá. Durante o mês de novembro, em alusão à consciência negra, o #MISemCasa traz em destaque a 16ª edição da Mostra Internacional do Cinema Negro.

Em formato online, por meio da plataforma do MIS no Vimeo e no Youtube, a programação promove a exibição de curtas, médias e longas-metragens que abordam temas referentes à construção da imagem de afirmação positiva do afrodescendente e das minorias. É uma ótima oportunidade para quem é apaixonado por cinema.

As atrações, de acordo com o MIS, são gratuitas e iniciaram nesta terça-feira (10), com a apresentação da cantora Fabiana Cozza, de um vídeo sobre os homenageados e a exibição do longa “Tem um passado no meu presente”.

Na quarta (11), as obras “Desta vez Ulisses não sairá de casa”, “Maikan Pisi ‘Pata’: A Terra da Raposa”, “Som da Raça”, “Por terra, céu e mar” e “Questão de justiça” ficam disponíveis às 16 horas. Já às 20 horas serão exibidas produções “Megg, a margem que migra para dentro”, “Umbigada”, “Retalho à memória viva de Saramandaia” e “Carnaval Brasil anos 40”.

Na quinta (12), a partir das 11 horas, estarão abertas por meio do link as inscrições para assistir ao filme “Vaga Carne” e acompanhar o debate no sábado. Os participantes poderão assistir ao longa até as 16 horas do dia 14.

Também na quinta, às 16 horas, serão exibidos “Traçados”, “Hora de Bai”, “Mariquinha no mundo da imaginação”, “Aruanda” e “Odò Pupa, o lugar da resistência”. A sessão das 18 horas conta com os filmes “Raimunda Quebradeira”, “Kiteyã Toalete Makurap – nosso conhecimento Makurap” e “Jack Aventuras”. O último programa será às 20 horas, com o longa “Dorivando Saravá, o Preto que virou mar”.

Na sexta (13), as apresentações se iniciam às 16 horas com “Megg, a margem que migra para dentro”, “Umbigada”, “Retalho à memória viva de Saramandaia” e “Carnaval Brasil anos 40”. Às 20 horas, é a vez de prestigiar “Raimunda Quebradeira”, “Kiteyã Toalete Makurap – nosso conhecimento Makurap” e “Jack Aventuras”.

Já no sábado (14), o longa “Vaga Carne” é exibido até as 16 horas. No mesmo dia, às 18 horas, haverá uma sessão de bate-papo ao vivo com o professor Celso Luiz Prudente, a mestra em história da arte, Luciara Ribeiro e o artista Eduardo Bordinhon, pelo canal do Pontos Mis no Youtube.

O último dia da Mostra será no domingo (15) e contará com todos os filmes disponíveis durante todo o dia.Outras informações sobre a programação podem ser obtidas por meio do site do Programa Pontos Mis: www.mis-sp.org.br.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE