13.6 C
Nova Iorque
quinta-feira, outubro 1, 2020
Error: Embedded data could not be displayed.
Início Colunas Autoestima Como dizer não? Aumente sua autoestima
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Como dizer não? Aumente sua autoestima

- PUBLICIDADE -

Aprenda a dizer não: ganhe tempo, respeito e uma vida sem tantas chateações e ainda aumente sua autoestima

Muitas pessoas acham que ser agradável é algo indispensável em qualquer situação. Por isso, dizem “sim” sempre, mesmo quando estão ocupadas ou sem vontade. São os bonzinhos! Se a vizinha pede dinheiro emprestado: Sim! O chefe pede que fique até tarde? Claro! O filho pede um novo videogame? Tudo bem!

O bonzinho que diz sim para tudo muitas vezes não é exatamente alguém com um incorrigível bom coração, mas uma pessoa com personalidade insegura, medrosa, carente ou controlador (que não quer ficar por fora de nada).

Quem age assim acha que não será amado pelos outros pelo que ela é, mas só pelo que faz. Estas atitudes são sinais de baixa autoestima. Mas, como dizer não?

Saiba suas prioridades

Antes de dizer sim a tudo, tenha em mente quais são as suas prioridades e quanto tempo você levará para fazê-los: se, por exemplo, seu objetivo for comprar uma casa, quantas horas a mais você terá que trabalhar para conseguir? Ou ainda, quais novas habilidades você terá que desenvolver para ser promovido ou trocar para um emprego que pague mais? Se sua prioridade é emagrecer, quantas horas terá que treinar ou aprender sobre alimentação natural?

Por isso eu comecei a listar minhas prioridades e coloquei elas visíveis no celular, assim não esqueço o que eu preciso fazer, e ainda mais, monitoro se as minhas prioridades não mudaram. Tenho meu tempo diário ou semanal do que eu chamo de “ócio criativo” – é um tempo para refletir se o que eu estou fazendo está me levando para meu sonho ou me afastando.

Tendo bem em mente sua prioridade, é bem mais fácil decidir se sobrará tempo para ajudar as outas pessoas.

Adie

Se o pedido de ajuda for de seu chefe ou de um sócio majoritário, explique que tem algumas prioridades e, neste momento, não pode fazer o que ele pede. Caso ele insista que precisa mesmo de você, peça um tempo para terminar suas prioridades e só depois encaixar o pedido.

Muitas vezes pedir um tempo fará que a pessoa desista de lhe pedir e faça ela mesma. Se não funcionar, você terá realmente finalizado as suas prioridades para depois ajudá-lo.

O outro realmente precisa de mim?

Se a pessoa que te pediu ajuda for um parente ou um amigo muito próximo e dizer não for ainda mais delicado, eu reflito, será que somente eu posso ajudá-lo? Será que não posso indicar uma outra pessoa para fazer isso? E caso só exista eu mesmo a realizar a tarefa, eu ensino a pessoa como fazer a tarefa para que o meu “Sim” seja apenas uma vez.

Depois da análise deste pontos eu não tive mais nenhum problema em dizer não, tenho certeza que irão te ajudar também.

Saiba mais no link.

*Priscila Brescindi é escritora, palestrante motivacional, youtuber e digital influencer.

Error: Embedded data could not be displayed.
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Mais lidas

Venda de gás de cozinha, acima de R$ 70, está irregular e deve ser denunciada

Consumidor deve denunciar locais que vendam gás de cozinha com preço abusivo. O Procon de São Paulo orienta os...

Posto de gasolina de Arujá é investigado por maior fraude em operação estadual

Operação Olhos de Lince, do Ipem, multou 63 postos de gasolina no Estado O Ipem (Instituto de Pesos e...

Confira os feriados e pontos facultativos em Arujá em 2020

Aniversário de Arujá e Corpus Christi caem na mesma semana. Após dois feriados seguidos, de Natal e Ano-Novo, nem...

Colapso de leitos na Grande SP deve ocasionar lockdown em Arujá

Fechamento dos comércios não essenciais está mantido até o final do mês O risco de Arujá entrar em lockdown...
- PUBLICIDADE -