26.5 C
Arujá
segunda-feira, novembro 30, 2020
Início Colunas Maternar: Nascimento de Um Amor Dúvidas e medos – sentimentos constantes na gestação
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Dúvidas e medos – sentimentos constantes na gestação

- PUBLICIDADE -

Não fazemos ideia do quanto nosso corpo se transforma para ser território aconchegante para uma nova vida.

A maternidade começa no íntimo do nosso ser. Gerar uma nova vida é algo nostálgico e transformador. Foi do ventre que viemos, é o local em que a vida começa. Poder gerar uma nova vida é uma dádiva. Tudo é uma linda história de amor que começa no nosso corpo e vai se renovando a cada dia; se multiplica, extrapola seu peito e muda a sua vida por completo quando acontece o encontro de olhares.

No começo da gestação as mudanças físicas não são tão aparentes, porque o bebê ainda é um amontoado de células. Temos que segurar a ansiedade e ter paciência. Vai demorar um pouquinho para desfilarmos com o barrigão. Na minha segunda gestação, a saliência começou a surgir no quinto mês, diferentemente da terceira gestação, que com três meses já aparecia a barriguinha. A ciência explica que na primeira gestação as fibras musculares do abdômen estão mais firmes, sendo assim o corpo demora mais para mudar.

Não fazemos ideia do quanto nosso corpo se transforma para ser território aconchegante para essa nova vida. A pele muda. Olfato e paladar ficam super apurados. Os cabelos, mais belos. As mamas aumentam. O volume de sangue cresce até 50%. O peso do útero sobe. Acontecem mudanças no sistema digestivo. As alterações emocionais são intensas e por aí vai. São um turbilhão de células trabalhando para gerar um novo ser e isso não é simples. Viver cada fase, por mais difícil que algumas sejam, já é um treino de paciência que a maternidade exige.

São nove meses de preparo e isso não é por acaso. Além dessa volúpia interna, as mamães precisam se organizar para a chegada de um novo membro. Muitas precisam trabalhar a ansiedade, pois há um misto de sentimentos a cada pré-natal, ultrassom, a cada mexidinha do bebê no ventre. É preciso buscar calma e paz para bem viver sua gestação.

A mamãe deve se alimentar bem para nutrir seu novo amor e, claro, comprar suas roupinhas, organizar o quartinho, pensar e preparar cada detalhe. Oh, céus! Quanta coisa! Por isso e muito mais me apaixono mais e mais por esse mundo. Cada fase esconde sua beleza, desde a inexplicável alegria de saber que outro coração bate dentro de nós, até viver com esse coração fora do seu corpo.

Error: Embedded data could not be displayed.

VEJA TAMBEM...

- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Mais lidas

A importância da natureza na vida das crianças

Brincadeiras ao ar livre são essenciais para o desenvolvimento dos pequenos. Nos dias atuais existem muitos fatores externos que...

Ser mãe é se doar diariamente por amor

Homenagem a todas as mamães. A maternidade testemunha a vida e define o início do ser humano. É um...

O dom de ser mulher-mãe

Parabéns a todas as mulheres pelo Dia Internacional da Mulher. Ser múltipla é uma tarefa cotidiana. Quando a maternidade...

Páscoa com doçura e leveza aos pequenos durante a pandemia

Unindo a Ressurreição de Cristo com os ovos de chocolate. Assim como o Natal, a Páscoa também é um...

Primeira Infância é a principal fase de desenvolvimento da criança

Período até os seis anos de idade exige maiores cuidados. Segundo estudos realizados na área de neurologia, a primeira...
- PUBLICIDADE -