PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Grupo Gestor da Estação Cidadania Jardim Cerejeiras toma posse

Foto: Rodrigo Sitta/PMA
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Estação Cidadania contará com vasta programação de atividades culturais e esportivas

Foi empossado hoje (16) o Grupo Gestor da Estação Cidadania Jardim Cerejeiras em Arujá. A gestão do espaço é exercida de forma compartilhada entre a Prefeitura e a população e o conselho objetiva administrá-lo. Os membros eleitos foram indicados pela sociedade civil organizada, pelas Secretarias de Cultura e Turismo, Esporte e Assistência Social, além de representantes da comunidade.

O prefeito Luis Camargo (PSD) lembrou que a Estação Cidadania contará com vasta programação de atividades culturais e esportivas e atendimentos sociais para a comunidade arujaense.

O secretário municipal de Esportes e Lazer, Ricardo Pitta, por sua vez, afirmou que a secretaria tem como objetivo otimizar as atividades esportivas do Espaço Cidadania.

“Com a retomada gradual das atividades esportivas, que foram suspensas em função da grave crise pandêmica que nos assola, iremos disponibilizar no espaço, nos próximos dias, várias atividades esportivas para todos os públicos. Trata-se de um espaço moderno, com uma ótima estrutura, que será amplamente otimizado para trazer esporte e cultura para todos os munícipes da região do Complexo Emília”, detalhou.

A secretária municipal de Assistência Social, Marina Bernardo da Costa Antonio, disse que é preciso ressaltar a importância do grupo gestor, que tem como princípio a participação social, por meio da gestão compartilhada da Estação Cidadania entre o Poder Público local, a comunidade beneficiária e a sociedade civil organizada.

“Assim, incentiva o acesso da população ao serviço, benefícios e projetos de Assistência Social, Cultura e Esportes, tornando-se referência para a população local e para os serviços setoriais”, pontuou.

Já o secretário municipal de Cultura, Juvenil dos Santos, completou que será possível ampliar os atendimentos na Estação Cidadania com diversas atividades culturais.

“A cultura é alimento para a alma, é terapêutico quando o assunto é saúde mental. Conseguimos notar, nesses tempos de calamidade que vivemos, a importância da cultura estar ativamente em todos os lugares. E é isso que faremos; exerceremos juntos o poder de produzir cultura. Já diziam os Titãs naquela música: ‘A gente quer comida, diversão e arte’ e é o que levaremos”.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE