PUBLICIDADE

João Gabbardo defende restrições no Aeroporto de Guarulhos contra voos do Reino Unido

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Variante do coronavírus encontrado na Inglaterra possui 70% mais transmissibilidade

O secretário-executivo do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, João Gabbardo, alertou que é fundamental que a Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária) aponte maiores restrições no Aeroporto Internacional de Guarulhos, assim como outros países, em relação aos voos vindos do Reino Unido. Ele fez a afirmação em coletiva de imprensa, nesta segunda-feira (21), no Palácio dos Bandeirantes, na capital paulista.

Uma variação do coronavírus foi confirmada no Reino Unido, com 70% mais transmissibilidade do que a covid-19. Desde o final de semana, vários países proibiram a chegada de voos do Reino Unido, justamente para conter esse novo vírus.

Apesar da preocupação, Gabbardo argumenta que as vacinas contra a covid-19 devem ser eficazes contra o novo variante do coronavírus. Ele pondera, ainda, que não há informações se essa mutação é mais letal do que a covid-19, que já matou mais de 185 mil brasileiros.

Hoje, o Ministério da Saúde exige que pessoas que venham ao Brasil apresentem teste negativo para a covid-19.  

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE