PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Nelson Teich se demite do Ministério da Saúde

Foto: Júlio Nascimento/PR

PUBLICIDADE

Médico é o segundo a deixar o cargo, em um mês, por discordar das posições do presidente Jair Bolsonaro

Em meio à pandemia do novo coronavírus, o Brasil tem dificuldades de encontrar sintonia entre o Ministério da Saúde e o presidente da República, Jair Bolsonaro. Pressionado e insatisfeito pelas posições do presidente, o médico Nelson Teich se demitiu na manhã desta sexta-feira (15). Há menos de um mês, ele assumiu o posto no lugar do também médico e deputado federal Luiz Henrique Mandetta.

Bolsonaro se posiciona contrário às regras de isolamento social, utilizadas em mais de 200 países no mundo e quer ampliar o uso da cloroquina, que não tem comprovada eficácia para curar pacientes com covid-19. Esses dois motivos explicam as demissões de Mandetta e Tech. A diferença é que o segundo não esperou para ser demitido e nem se apresentou pessoalmente a Bolsonaro para explicar a decisão.

A expectativa é que Bolsonaro nomeie um general para assumir o comando do Ministério. O Brasil é o único país no mundo a ter divergências entre os ministros da Saúde e o presidente no combate ao novo coronavírus.

PUBLICIDADE

Tópicos
Compartilhe

Veja também

SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE