17 C
Arujá
quinta-feira, 9 de julho de 2020
No menu items!
Início Política Prefeitura de Arujá libera retomada de missas e cultos com restrições
- PUBLICIDADE -

Prefeitura de Arujá libera retomada de missas e cultos com restrições

- PUBLICIDADE -

Apesar da decisão, Diocese de Mogi das Cruzes mantém proibição de missas abertas aos fiéis

A Prefeitura de Arujá publicou nesta sexta-feira (19) uma resolução que estabelece regras para as atividades religiosas realizadas de forma presencial em templos de qualquer segmento. Na prática, o protocolo sanitário preconiza obrigações de controle de acesso, lotação limitada a 25% da capacidade de acomodação, higienização, distanciamento social e outras medidas para evitar a transmissão do coronavírus.

Apesar disso, os católicos terão que continuar a participar das celebrações apenas pela internet, por decisão do bispo de Mogi das Cruzes, dom Pedro Luiz Stringhini. A expectativa é que os fiéis retornem a participar das missas presencialmente apenas em julho.  

O ato municipal suspende as aulas presenciais de escolas bíblicas dominicais e catequeses e proíbe a participação das pessoas enquadradas nos grupos de risco, como idosos, hipertensos, diabéticos e gestantes. Pessoas com sintomas de gripe e resfriado também não podem participar das reuniões.

Além disso, ficam proibidos os serviços de cuidado de crianças durante as atividades, bem como a manipulação, distribuição e compartilhamento de bebidas e alimentos antes, durante e depois das celebrações. Os templos religiosos devem priorizar a transmissão de cultos, missas e demais pela internet.

Regras

Entre as regras para o funcionamento dos templos, está a lotação máxima limitada a 25% da capacidade de acomodação do espaço. Ou seja, se o prédio tem capacidade para acomodar 200 pessoas sentadas, só será permitida a presença de 50 membros no total.

Outra obrigação prevista diz respeito à disposição dos assentos, que deverão ser posicionados de forma alternada entre as fileiras de cadeiras ou bancos, de modo a manter distanciamento social entre os fiéis.

De acordo com a resolução, todas as pessoas que entrarem nos templos ficam obrigadas a higienizar as mãos com álcool em gel 70%, disponibilizado por meio de dispensadores localizados na porta de acesso e em diversos pontos do prédio.

Além disso, o ato municipal recomenda que seja aferida a temperatura corporal dos fiéis, restringindo o acesso daqueles que apresentarem resultado igual ou superior a 37,5 graus, que deverão procurar um serviço de saúde.

Todos os integrantes do templo precisam usar máscara de proteção facial e evitar contato físico, como aperto de mão, beijos e abraços. Também fica proibido o uso de instrumentos de sopro e similares. As demais restrições podem ser consultadas na resolução.

As regras dispostas no ato municipal poderão ser revistas a qualquer momento pelo poder público, dependendo do aumento ou diminuição do número de casos de coronavírus na cidade e da capacidade do sistema de saúde.

Mais lidas

Venda de gás de cozinha, acima de R$ 70, está irregular e deve ser denunciada

Consumidor deve denunciar locais que vendam gás de cozinha com preço abusivo.O Procon de São Paulo orienta os...

Posto de gasolina de Arujá é investigado por maior fraude em operação estadual

Operação Olhos de Lince, do Ipem, multou 63 postos de gasolina no EstadoO Ipem (Instituto de Pesos e...

Colapso de leitos na Grande SP deve ocasionar lockdown em Arujá

Fechamento dos comércios não essenciais está mantido até o final do mêsO risco de Arujá entrar em lockdown...

3.129 famílias de Arujá receberão cesta básica a partir de amanhã

Famílias beneficiadas estão inscritas no programa Bolsa FamíliaTerá início nesta sexta-feira (15), por meio do projeto estadual Alimento...
- PUBLICIDADE -