PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

TRF-4 revoga prisão do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha

Foto: Lula Marques/ AGPT
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest

Cunha foi responsável por acatar pedido de impeachment de Dilma Rousseff

Em decisão surpreendente na tarde desta quarta-feira (28), o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) revogou a prisão do ex-deputado federal e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. Ele estava em prisão domiciliar, com tornezeleira eletrônica, desde março de 2020. A informação é da CNN.

Cunha estava em prisão preventiva desde outubro de 2016, após o impeachment da ex-presidente da República, Dilma Rousseff (PT). Ele foi condenado, em primeira instância, por corrupção e lavagem de dinheiro a 14 anos e seis meses de prisão.

Apesar de ter a prisão preventiva revogada, Cunha segue com o passaporte retido e sem autorização para deixar o país. Além disso, ele continua a responder ao processo na Justiça.

Tópicos
Compartilhe
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on linkedin
Share on pinterest
Comentários
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE