PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Câmara contesta atraso de obra do estacionamento

Imprensa/CMA

PUBLICIDADE

Tribunal de Contas do Estado de São Paulo considera que obra do estacionamento atrasou.

A Câmara Municipal não considera que a obra do estacionamento esteja atrasada. O órgão, que contestou a reportagem “Obra do estacionamento da Câmara fica 22% mais cara”, alega que o Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) desconsiderou seus argumentos ao considerar a construção atrasada.

Segue, abaixo, a nota da Câmara:

“Em relação à matéria publicada no site Arujá Repórter em 13/01/2020 sob o título  a Câmara Municipal de Arujá informa que: 

Ao contrário do publicado na referida matéria, a obra de construção do estacionamento da Câmara Municipal de Arujá não está atrasada. Os serviços foram concluídos e entregues em novembro de 2019 pela empresa Telear Comércio e Serviços de Comunicação e Construção Civil. 

Como informado pela Assessoria de Imprensa ao Arujá Repórter (em resposta encaminhada em 13/01/2020), neste momento a empresa realiza dois ajustes na obra a pedido da equipe de fiscalização do Legislativo. Um deles, por exemplo, é a pintura do corrimão. Portanto, a obra está concluída e o estacionamento, inclusive, já está sendo utilizado pelos funcionários da Casa.

Importante destacar que o aditamento nº 1 assinado em 25/08/2019 prorrogou o prazo de entrega da obra para novembro/2019. 

Por fim, todos os contratos assinados pelo Legislativo, assim como os aditivos, estão disponíveis à consulta pública no Portal da Transparência (www.camaraaruja.sp.gov.br).”

PUBLICIDADE

Tópicos
Compartilhe
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE