PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Câmara de Arujá fecha as portas ao público por causa do coronavírus

Imprensa/CMA

PUBLICIDADE

Arujaenses poderão acompanhar as sessões pelo Youtube.

A Câmara de Arujá suspenderá, temporariamente, o atendimento presencial ao público, a partir desta quarta-feira, 18. A medida, anunciada na tarde desta segunda-feira pelo Presidente da Casa, Gabriel dos Santos (PSD), foi tomada em decorrência do risco de epidemia do coronavírus.

O acesso ao prédio do Legislativo será restrito aos funcionários e a fornecedores – “se estritamente necessário” – salientou Gabriel. O atendimento à população será feito por e-mail e por telefone, pois os gabinetes continuarão abertos. “As medidas são impopulares, no entanto, necessárias. Precisamos todos atuar como agentes de prevenção evitando ao máximo a propagação do vírus e um colapso no sistema de saúde”, explicou o vereador.

Ele também anunciou que será proibida a participação do público nas sessões. “Nós mudamos o horário para incentivar e promover a presença das pessoas aqui, no Plenário da Casa. Mas agora com o surgimento deste novo vírus e os riscos de contágio, a orientação é que as Sessões sejam acompanhadas pelo site da Câmara ou pelo canal oficial no Youtube”, pontuou.

Também serão reforçadas as orientações aos funcionários do Legislativo, no que diz respeito às medidas de higiene e à restrição a cumprimentos, como aperto de mãos e abraços.

Servidores do Legislativo com idade superior a 60 anos serão dispensados e trabalharão em home office por integrarem o grupo de risco. Nesta faixa etária, o índice de mortalidade é maior, chegando a 15% em pessoas acima de 80 anos.

A Prefeitura de Arujá também anunciou medidas restritivas. Todos os eventos públicos estão suspensos

PUBLICIDADE

Tópicos
Compartilhe
Veja também
SIGA O ARUJÁ REPÓRTER

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE