26.5 C
Arujá
quarta-feira, novembro 25, 2020
Error: Embedded data could not be displayed.
Início Política Capitão Rodrigo planeja Operação Delegada e fim da corrupção em Arujá
- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Capitão Rodrigo planeja Operação Delegada e fim da corrupção em Arujá

- PUBLICIDADE -

Candidato do PP apresentou suas propostas ao Arujá Repórter

Ex-responsável pela 3ª Companhia do 31º Batalhão da Polícia Militar, o Capitão Rodrigo (PP), acredita que o combate à corrupção é um dos principais desafios da Prefeitura de Arujá a partir do próximo ano. Autoridades públicas são investigadas pela Polícia Civil por suposto envolvimento com traficantes.

Candidato pela primeira vez, o PM apresentou um plano ambicioso para melhorar a sensação de segurança na cidade, com criação de uma Central de Operações, Operação Delegada e reformulação da estrutura da Guarda Civil Municipal.

Confira, abaixo, a entrevista do prefeiturável ao Arujá Repórter.

Arujá Repórter – Qual é o principal desafio de sua gestão, caso seja eleito?

Capitão Rodrigo – Quase tudo em Arujá é desafio. Teremos que colocar em execução a reforma administrativa, através da qual buscaremos economizar recursos para enfrentar a queda de receita que ocorrerá em 2021 por conta do lockdown imposto por decretos estadual e municipal em virtude do coronavírus.

O município tem sua infraestrutura insuficiente e deteriorada, a educação e saúde à beira do colapso, mais de 55% de seus moradores desempregados, oficialmente. Assim sendo, teremos desafios na área de saúde, na educação, setor de infraestrutura, entre outros segmentos.

Na área de saúde, como todos sabem as coisas se complicaram pela contração de empresa acusada de fazer lavagem de dinheiro para o crime organizado, deixando de prestar serviços adequados à população, além de nos levar as manchetes dos mais diversos tipos de veículos de comunicação, sendo o maior vexame que a população honrada deste município passou a matéria levada à todos os lares pelo Fantástico da Rede Globo.

Arujá Repórter – O Governo Federal enviou recursos para construção do Hospital Municipal de Arujá. O senhor pretende inaugurar o equipamento em qual ano e quais suas propostas para saúde?

Capitão Rodrigo – Na realidade os tramites são para um Hospital Regional. Neste sentido, com certeza, vamos buscar as parcerias necessárias com o Governo Federal e Estadual para que o município tenha um hospital que atenda as necessidades da população, porém, não podemos prever datas para que isso ocorra. Teremos que retomar tratativas e parcerias com as esferas superiores para este fim, já que o município não conta com recursos próprios que possam suportar as despesas que um hospital de grande porte. 

Algumas de nossas propostas para área de saúde são: Criação da Clínica Especializada da Mulher; UPA Infantil; PAM 24h; Tornar o Pronto Atendimento Municipal (PAM) do Parque Rodrigo Barreto 24h; Contratação de médicos e equiparação dos salários para os médicos PJ com o mercado privado; “Arujá num clique” – aplicativo para marcação de consultas e exames.

Arujá Repórter – Até o ano passado, Arujá tinha mais de 600 crianças na fila por creche. O número pode aumentar após a pandemia. Como resolver esse problema?

Capitão Rodrigo – Este é um tema que também requer uma extensa resposta, porém, vamos tentar sintetizar: iremos iniciar o trabalho promovendo a ampliação e a reforma das creches e pré-escolas do município. Neste período estaremos também fazendo o levantamento do real número de crianças que estão na fila de espera e buscaremos, de todas as formas, atender o mais rápido possível a demanda neste sensível setor.

Arujá Repórter – Os moradores da cidade reclamam dos problemas na iluminação pública. O que o candidato planeja para essa área?

Capitão Rodrigo – Lembrando que iluminação pública é um fator importante na questão da segurança pública, vamos averiguar como foram as tratativas da Prefeitura de Arujá com a empresa responsável pela distribuição de energia elétrica no município, a Elektro, a qual tinha sob sua responsabilidade também a iluminação pública. Analisaremos a questão da cobrança da taxa de iluminação dos munícipes, fator que traz para a municipalidade a manutenção desta iluminação. Isso nos levará a razão da existência da cobrança da taxa e por qual razão este atendimento é extremamente deficitário em nosso território. A partir deste estudo, cobraremos com determinação a parte que couber a empresa e tomaremos as medidas necessárias para que o município efetivamente atenda as demandas da população.

Arujá Repórter – Por causa da pandemia, Arujá conseguiu montar “bolhas” para receber competições oficiais de Basquete e Handebol. O que o senhor pretende investir no esporte?

Capitão Rodrigo – Vamos promover programas de incentivo aos atletas, bem como fomentar, com uma bolsa atleta aqueles que levam o nome da cidade, nas mais diversas modalidades de esportes.

Construção de quadras poliesportivas em regiões que ainda não tenha e arrumar as quadras poliesportivas já existentes; promover reformas e melhorias nos campos de futebol  já pré-existentes; criar legislação específica para incentivo das atividades esportivas; oficializar incentivo fiscal pra empresas que ajudem e incentive as práticas esportivas; fomentar as práticas esportivas fornecendo publicidades para tais práticas, além de esclarecer a sociedade dos benefícios do esporte para a vida e o bem estar.

Arujá Repórter – É comum escutar arujaenses que reclamam de a cidade não ter shopping ou mais opções de lazer. Como garantir opções de lazer para os moradores, sem que eles precisem ir para outras cidades?

Capitão Rodrigo – Como todos sabem, a implantação de um shopping trata-se de investimentos de cunho particular, porém, sabemos que são necessários vários trâmites, incluindo licenças que tramitam na esfera estadual, outras na área municipal. No que couber ao município, os trâmites serão analisados dentro da lei, colocando a documentação a disposição dos investidores no menor tempo possível para que possa viabilizar o empreendimento.   

Como respondemos na questão esportes e lazer: vamos reativar festivais; criaremos um parque à altura do codinome “Cidade Natureza”, o qual além de propiciar lazer para as famílias, também irá fomentar o comércio e turismo em Arujá.

Vamos construir uma pista de atletismo e implementos como caixa de areia e fixação de aparelhos próprios de modalidades e suas variantes, além da construção de uma pista de bicicross para praticarem suas atividades.

Arujá Repórter – Mais de mil arujaenses perderam os empregos durante a pandemia do novo coronavírus. Como fomentar a criação de novos postos de trabalho no município?

Capitão Rodrigo – Iremos modernizar o espaço do empreendedor, desenvolvendo trabalhos para a formação de empreendedores e comerciantes locais, dando oportunidade para que possam empreender em nossa cidade.

Vamos implantar incentivo fiscal, para que possamos atrair novas empresas e expandir o Polo e o Centro industrial. Iremos incentivar a criação de microempresas individuais reduzindo a informalidade. Criaremos um aplicativo para que o empreendedor possa implantar uma licença fácil. Esse programa irá desburocratizar a abertura de pequena e média empresa.

Arujá Repórter – Arujá é conhecida como Cidade Natureza. O que o senhor planeja executar na área ambiental?

Capitão Rodrigo – Vamos fazer a municipalização do sistema de licenciamento ambiental, assim as atividades de pequeno e médio risco, que estão inclusive na Área de Proteção de Mananciais – APM, poderão receber licenciamento com maior rapidez e exercer suas funções dentro da legalidade. Essa ação irá gerar eficiência no processo de licenciamento ambiental, proporcionando agilidade nas aprovações. Implantar o plano de resíduos sólidos atendendo a política nacional; criação de PEVs – Ponto De Entrega Voluntária para separar materiais recicláveis de orgânicos, que são grandes aliados na reciclagem do lixo; equipar os galpões de reciclagens; criação de ecopontos nos bairros; criar políticas de sustentabilidade para resíduos sólidos; políticas públicas de consumo consciente integrando os princípios de proteção da saúde individual e pública e da qualidade ambiental; instituir o Programa de incentivo a reutilização da água de chuva; instituir Programa de Controle e Proteção Animal; propor parceria com instituições de proteção animal para políticas de controle e proteção, inclusive adoção.

Arujá Repórter – A Operação Soldi Sporchi revelou grande influência de traficantes famosos em Arujá. Como melhorar a sensação de segurança na cidade?

Capitão Rodrigo – Faremos a interligação entre as repartições Polícia Militar, Polícia Civil, Bombeiros, Guarda Municipal, Departamento de Trânsito dentre outras, gerando a integração de ações municipais de segurança pública de forma transparente e participativa. Além de criação da COI (Central de Operações e Informações) para tornar a guarda referência da região metropolitana; criação de um convênio com o Estado para Desempenho de Atividade Delegada; aumento do efetivo da GCM para que se torne referência na região do Alto Tietê; reformulação na estrutura da guarda municipal; criação de postos da GCM nos bairros do Parque Rodrigo Barreto, Jordanópolis, Jardim Emília e Mirante.

Arujá Repórter – Qual é a sua mensagem final para os arujaenses antes da eleição?

Capitão Rodrigo – Voltamos a lembrar que nossa candidatura é a única que fez e faz oposição ao sistema que está operando em Arujá. Queremos quebrar este sistema e oferecer aos munícipes de Arujá a prestação de serviços que realmente os cidadãos precisam e merecem.

Ratifico que vou acabar com a corrupção nesta cidade, enfrentando o crime organizado. Vamos trabalhar com eficiência, fazendo a gestão com respeito à vida das pessoas melhorando muito o setor de saúde, dando um salto qualidade na educação trabalhando com ênfase na educação infantil, na educação básica e na técnica. Nossa proposta é clara no setor de emprego, renda e equilíbrio fiscal, criando oportunidades e trabalho para todos.

Error: Embedded data could not be displayed.

VEJA TAMBEM...

- PUBLICIDADE - Error: Embedded data could not be displayed.

Mais lidas

Ex-secretário faz depoimento bombástico contra gestões Zé Luiz e Abel Larini

Ricardo Moscovich aponta irregularidades em contratos da Prefeitura A CEI (Comissão Especial de Inquérito) da Câmara de Arujá que...

Saiba quem são os nove candidatos à Prefeitura de Arujá

Crise política faz cidade bater recorde de prefeituráveis em uma eleição O xadrez eleitoral está formado em Arujá. Foram...

Câmara de Arujá sugere fim da Festa das Nações em 2020

Prefeitura tiraria dinheiro do evento para financiar famílias carentes de Arujá. Em reunião com o prefeito José Luiz Monteiro...

Novo Hospital de Arujá deve ficar pronto em 2022

Prefeitura e Caixa Econômica Federal assinaram o contrato nesta sexta-feira O prefeito de Arujá, José Luiz Monteiro (MDB), assinou...

Vereadores de Arujá descartam reduzir salários durante a pandemia

Medida foi adotada em outros legislativos do Estado A Câmara de Arujá não realizou redução nos subsídios de vereadores...
- PUBLICIDADE -